Transportes e Logística 2018 DB Schenker assegura oferta transversal

DB Schenker assegura oferta transversal

Embora com maior predominância do transporte terrestre no seu volume de negócios, a companhia disponibiliza também serviços ao nível do transporte aéreo, marítimo e da logística contratada.
DB Schenker assegura oferta transversal

Estão em Portugal desde 1965 e contam actualmente cerca de 300 colaboradores "repartidos pelos três meios de transporte" – terrestre, aéreo e marítimo –, além dos serviços de logística, "que podem ir da simples armazenagem até serviços de elevado valor acrescentado". Conforme explicou Luís Marques, managing director da DB Schenker Portugal, a companhia, que integra o grupo alemão DB (Deutsche Bahn), assume o compromisso "de fornecer soluções inovadoras em logística e na cadeia de abastecimento que desafiam o status quo".

 

Em Portugal, a DB Schenker disponibiliza a totalidade do seu portefólio de serviços, sendo que, olhando para a composição do volume de negócios, "a maior fatia vai para o transporte terrestre, seguido do transporte aéreo e marítimo e, por fim, a logística contratada".

 

Entretanto, e seguindo um pouco o que tem sido a evolução do parque industrial português, o managing director explica que a companhia tem também "uma especialização muito forte na indústria automóvel e na indústria aeroespacial", até porque "são indústrias que necessitam de um conjunto de serviços com requisitos muitos específicos". Além destas especializações, a DB Schenker mantém a aposta feita no seu plano estratégico: "Ligar as PME diariamente à Europa com serviços rápidos e muito competitivos."

 

Os maiores destinos da DB Schenker em Portugal são Espanha, França e Alemanha, que são também os principais parceiros económicos do país. Estes destinos europeus são servidos "com um conjunto de oito ligações diárias e directas a diferentes hubs que, por sua vez, se encarregam de garantir que as mercadorias são entregues em qualquer cidade europeia muito rapidamente", assegura Luís Marques.

 

A modernização tecnológica tem sido um dos pontos da estratégia da companhia no nosso país: "Temos investido imenso no desenvolvimento de novas tecnologias, principalmente nas que ajudam a interagir com os nossos parceiros."

 

Na realidade, hoje em dia, "cada vez menos necessitamos de interacção pessoal para ter acesso a informação relevante, seja sobre o estado do tempo ou do trânsito, seja sobre o posicionamento das mercadorias que expedimos ou que aguardamos". Assim sendo, na DB Schenker "temos dado prioridade a este aspecto da digitalização: o interface com os nossos parceiros para que saibam tanto quanto nós e ao mesmo tempo que nós".

 

Por isso mesmo, foi lançado há cerca de dois anos o portal eSchenker, "com um conjunto de aplicações que vão desde a visualização do plano de saídas semanal até a alertas de atrasos quando estes acontecem".

 

Existe também uma outra área de investimento em digitalização na DB Schenker: os programas de gestão operacional. Como revela Luís Marques, foi agora implementado "um novo programa de gestão operacional para o transporte marítimo" e está já planeada a implementação "do programa de gestão operacional do transporte terrestre em dois anos".



pub

Marketing Automation certified by E-GOI