Outros sites Cofina
Negocios em rede
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Congresso da ADFERSIT quer dar resposta ao desafio da competitividade

O XV Congresso Nacional da ADFERSIT vai decorrer nos próximos dias 29 e 30 de novembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, sob o tema central: “Aumentar a Competitividade - Mobilidade, Logística e Transporte Ferroviário.”

23 de Novembro de 2022 às 09:55

O setor dos transportes e logística tem vindo a evoluir e a adaptar-se ao contexto da internacionalização e globalização da economia portuguesa e aos novos requisitos e padrões da procura, por parte de empresas e consumidores. No entanto, continuam a verificar-se constrangimentos estruturais, ao nível das infraestruturas logísticas, nomeadamente dos sistemas de transportes do País.

Para a ADFERSIT – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento dos Sistemas Integrados de Transporte, os sistemas de transportes e, em particular, o modo ferroviário, são essenciais à competitividade da economia. Nos próximos anos, o país vai dispor de oportunidades para assegurar novas vertentes de especialização e de crescimento económico. O aproveitamento destas oportunidades depende de um bom desempenho do sistema de transportes, em particular ao nível da movimentação de cargas, da sua celeridade, sustentabilidade, custo e fiabilidade.

Criar "círculos virtuosos"
Estes e outros temas serão objeto de debate no Congresso, presidido por Pedro Siza Vieira, ex-ministro da Economia, e que terá como tema "Aumentar a Competitividade – Mobilidade, Logística e Transporte Ferroviário". Segundo José Maia, vice-presidente da ADFERSIT, a Associação entende que "dar resposta ao desafio da competitividade implica assumir uma perspetiva de alteração estrutural, intervir no suporte à criação de ‘círculos virtuosos’ cujo enfoque seja acrescentar valor à economia e assegurar um progressivo, mas consistente, maior valor acrescentado nacional nos investimentos a realizar no setor, assegurando a capacitação das empresas nacionais para participarem nos projetos". O responsável refere igualmente que "para uma mobilidade mais sustentável – nas suas dimensões nacional e urbana – um melhor desempenho logístico e um papel mais estruturante do modo ferroviário estão entre os vetores determinantes para uma maior eficiência e competitividade".

Elevar a ambição do país
O congresso está estruturado em cinco sessões que pretendem analisar e responder ao desafio de aumentar a competitividade: Enquadramento institucional e capacitação nacional; Logística – que impactos da transição energética e tecnológica? Mobilidade sustentável – o papel estruturante do modo ferroviário nas áreas urbanas; Estratégia para o modo ferroviário – que plano ferroviário nacional?; e ligação Porto-Lisboa em uma hora e um quarto – Como? Por onde? Quando? Que financiamento?

Para o responsável da ADFERSIT, "Portugal tem neste momento um programa de investimentos na área das infraestruturas inédito nas últimas décadas e irá afetar a elas grande parte dos fundos europeus do ciclo que agora se abre. Recursos financeiros disponíveis que, portanto, elevam a ambição do país e obrigam-nos a avaliar o modo e cadência de execução, de forma que os transportes entreguem valor à economia no prazo mais curto possível."

ADFERSIT defende soluções de transporte globais e integradas

A ADFERSIT – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento dos Sistemas Integrados de Transporte, criada em abril de 1988, teve a sua génese no setor ferroviário sob a designação inicial de ADFER, estendendo posteriormente a sua esfera de atuação a todo o setor dos transportes e da logística, "atendendo à forte convicção de que apenas as soluções de transporte globais e integradas são as adequadas para o serviço ao país e às populações", afirma o seu vice-presidente, José Maia.

A ADFERSIT tem caráter predominante técnico-científico e contribui, essencialmente, para a divulgação das realidades e potencialidades dos Sistemas Integrados de Transportes, no contexto económico e social tanto a nível nacional como internacional, nomeadamente através da promoção e contribuição para a divulgação e estudo das realidades e potencialidades dos Sistemas Integrados de Transporte e de cada um dos Modos, com realce para o Transporte Ferroviário, no contexto económico e social nacional e internacional.

Mais notícias