A urgência da transformação digital

Há em Portugal um cada vez maior número de empresas a fazer este processo aconteça e os negócios se transformem, refere Paula Panarra, diretora-geral da Microsoft Portugal
A urgência da transformação digital
"Há um sentido de urgência na digitalização", defende Paula Panarra
David C. Santos
Filipe S. Fernandes 22 de fevereiro de 2019 às 15:00

"Hoje em dia em Portugal temos de facto um grande número de empresas a olhar para este tema da transformação digital. Diria que o sentido de urgência hoje é bem maior do que era há um ano. Há a noção de que a transformação digital tem de acontecer", referiu Paula Panarra, que é diretora-geral da Microsoft Portugal desde 2016.

Há casos em que Portugal está a fazer bem. Como diz Paula Panarra, a Microsoft trabalha com todos os setores e há exemplos como na banca em que a tecnologia muito avançada de analytics e machine learning é muito utilizada para a deteção de branqueamento de capitais, de fraudes, de processos muito críticos na banca.

"Alguns dos quais foram as nossas equipas que ajudaram a implementar em Portugal e exportamos. Nas tecnologias devemos todos orgulhar-nos de ter três unicórnios, temos estado a ajudar algumas dessas empresas a criarem as suas plataformas, para nascerem em Portugal e tornarem-se globais", considerou Paula Panarra.

Fase de projeto na IA

A gestora foi anfitriã do Building the Future: Ativar Portugal promovido pela Microsoft em parceria com a Accenture, Axians, EY, KPMG e mais 15 parceiros e que se realizou a 29 e 30 de janeiro de 2019, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

Em relação à comparação de Portugal com a Europa e os Estados Unidos, a Microsoft fez um estudo com a EY que olhou para a Europa em termos de maturidade no que se refere à Inteligência Artificial.

Segundo Paula Panarra, "o que vemos é que Portugal ainda está numa fase de projeto e de piloto e ainda menos com projetos já em preditivo e em total operação. Este será talvez o maior gap que temos relativamente a outros países da Europa. Estamos a testar mas há muitos que já implementaram, e é essa velocidade que temos de imprimir também em Portugal".

Em relação aos Portugal Digital Awards, Paula Panarra considera que "tudo o que sejam iniciativas que tragam o exemplo de coisas concretas e materializadas de projeto é sempre de louvar porque estamos num momento em que o mercado precisa de sentir a energia de que é possível fazer acontecer".





Marketing Automation certified by E-GOI