Outros sites Cofina
Notícia

Alberto Ramos: “O sucesso das empresas é o sucesso de um país”

“O futuro faz-se com as empresas e com os empresários, com o negócio internacional e a capacidade de sairmos no nosso mercado”, afirma Alberto Ramos, country manager do Bankinter Portugal.

Filipe S. Fernandes 06 de Fevereiro de 2020 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Vimara Peres, D. Henrique e D. Afonso Henriques são exemplos de líderes com visão, com ambição mas sobretudo com capacidade de execução, referiu Alberto Ramos, country manager do Bankinter Portugal. “Creio que estas características ficaram arreigadas na região e muitos dos empresários têm muitas destas características e elas são fundamentais para o sucesso das empresas”, sublinhou Alberto Ramos. “E o sucesso das empresas é o sucesso de um país, porque as empresas são a mola real de criação de emprego e riqueza de um país”.

“O futuro faz-se com as empresas e com os empresários, com o negócio internacional e a capacidade de sairmos no nosso mercado, o que não é uma dificuldade porque, como país pequeno que somos, sempre nos habituamos a procurar oportunidades fora”, acrescentou Alberto Ramos, na abertura da primeira conferência em Guimarães no âmbito da 2ª Plataforma Empresarial, que teve como tema o Negócio Internacional.

Explicou que, nos últimos dois anos, durante a 1ª edição da Plataforma Empresarial realizou-se um conjunto de encontros que “correram particularmente bem, tiveram feedback positivo por parte dos cerca de mil gestores e empresários que estiveram nessas sessões, onde se discutiram temas vários e transversais à sociedade e às empresas e que suscitaram bastante interesse”.

Para o country manager do Bankinter, a plataforma permite estar próximo das regiões, dos empresários, das empresas, e com isso absorver informação, que ajudou na criação, lançamento e aperfeiçoamento de produtos. Na segunda edição vai permitir a partilha de ideias e experiências em temas tão diversos como o “Negócio Internacional”, a “Inovação e Tecnologia”, o “Turismo”, os “Recursos Humanos” e a “Sustentabilidade Ambiental”.

Em termos de negócio internacional, há oportunidades, e maiores serão “quanto melhor for o banco que acompanhar as empresas”. Para Alberto Ramos, o Bankinter tem soluções e produtos adequados para corresponder às necessidades das empresas. “Como parceiro das empresas cada vez mais atuante e com uma maior presença no país disponibiliza e oferece a sua capacidade tanto de produtos e serviços como de pessoas. E o que nos distingue é a qualidade e a capacidade dos nossos colaboradores passarem os seus conhecimentos no apoio às empresas”.

O Bankinter em termos globais, Portugal e Espanha apresentou lucros de 550 milhões de euros, cresceu pelo sétimo ano consecutivo, consolidou um conjunto de indicadores como a rentabilidade, com um ROE de 13%, a qualidade do balanço, no rácio de NPL ficou em 2,5%, o que significa um balanço sólido e saudável, com capital e eficiência (47%).

O contributo da operação em Portugal com resultados antes de impostos de 65,6 milhões de euros, com um crescimento de 10% face ao ano anterior, “só possível porque mais clientes depositaram a sua confiança no Bankinter e mais clientes aceitaram as nossas soluções e das nossas ofertas”, concluiu Alberto Ramos.