Outros sites Cofina
Notícia

Galp garante que não há barreiras à importação de gás

CEO da Galp comentou a polémica concessão à REN, num projecto do Governo, de nova capacidade de armazenagem, denunciando a existência de uma lei que viola o direito comunitário e impede a Galp de ter stocks de gás natural.

Galp garante que não há barreiras à importação de gás
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O presidente da Galp, Manuel Ferreira de Oliveira, assegura que “não há barreiras à importação de gás no terminal de Sines” e diz que no caso da armazenagem subterrânea em Pombal não percebe “porque é que se tem de privilegiar uma empresa [a REN] em relação a outra [a Galp]”.

“Sentimo-nos muito incomodados em viver em ambientes em que os resultados se fazem em negociações com o Governo”, afirmou o CEO da Galp, a propósito da polémica concessão que o Executivo se prepara para entregar à REN – Redes Energéticas Nacionais para a expansão da armazenagem subterrânea de gás natural.

“O negócio de gás está praticamente todo liberalizado e fomos surpreendidos em Maio deste ano por um Decreto-Lei que impede a Galp de ter stocks de gás”, disse Ferreira de Oliveira durante a Hora H, do Negócios, acrescentando que se trata de “uma peça legislativa que viola o direito comunitário”.

Neste dossiê, a posição já assumida pela REN e pelo Governo é de que a REN é quem melhor garantirá os interesses do mercado, por não estar presente na importação e comercialização de gás, ao contrário da Galp.

Mais notícias