Outros sites Cofina
Notícia

Ex-libris de Loulé

Para além da incontornável costa atlântica, entre a gastronomia, a cultura e o património histório, esta cidade algarvia, sede do concelho com o mesmo nome, tem muito para visitar.

Maria Ana Barroso 30 de Dezembro de 2019 às 15:00
Pedro Elias
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Cultura
Cine-Teatro Louletano

Loulé orgulha-se da sua herança cultural e sobretudo do seu Cine-Teatro, em plena Praça da República, no centro histórico da cidade, inaugurado a 19 de Abril de 1930. Do seu longo currículo fazem parte atores como Alves da Cunha, Chaby Pinheiro e, na história mais recente, Maria do Céu Guerra e Raul Solnado. Já com quase 90 anos de idade, esteve para ser demolido, mas resistiu e, em 2011, foi reinaugurado depois de feitas obras de remodelação. Hoje ninguém diria que passou por tais vicissitudes. Da sua programação fazem parte a música, o teatro, a dança e a performance, entre outros eventos.

Doçaria
Folhados de Loulé

Se quando pensa em doces do Algarve lhe vem à cabeça os feitios de amêndoa ou os dom rodrigo envoltos em papel prata colorido, pense melhor. Em Loulé há um folhado que faz séria concorrência à mais típica doçaria algarvia. Tem um creme de ovos por dentro, protegido por uma "capa" folhada e salpicada de açúcar, e, se provado ainda morno, vai desfazer-se na boca na primeira dentada. Chama-se folhado de Loulé. Surgiu no início do século passado, segundo reza a história, pelas mãos de uma criada de servir, Maria Pires, que, já por sua conta, foi fazendo os folhados até se tornarem afamados e imprescindíveis em todas as pastelarias e cafés de renome de Loulé. É precisamente num desses cafés, que renasceu há cerca de dois anos, o Calcinha que hoje se pode experimentar os folhados. Quer no seu tamanho normal quer em miniatura. Ainda que este bolo esteja à venda por toda a cidade, este café clássico de Loulé fica na Praça da República, centro da vida louletana, e faz-nos recuar a outros tempos, graças ao estilo Belle Époque, perfeito para as tertúlias que por ali se fizeram noutros tempos.

Mais notícias