Outros sites Cofina
Notícia

Indústria concentra a força do tecido empresarial de Viana do Castelo

Mais de dois terços do volume de negócios gerado pelas empresas do município está concentrado nos quatro maiores grupos de Viana do Castelo. A média nacional é 6,55%.

Paulo Duarte
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A indústria é claramente o sector mais importante da economia de Viana do Castelo. Seis das dez maiores empresas do concelho operam no sector secundário e as duas de maior dimensão vendem mais do que as oito seguintes somadas.

Os dados da Informa D&B mostram que a alemã Enercon é a maior empresa do município, quando medido pelo volume de negócios. Em segundo lugar, aparece a espanhola Europac. As duas juntas tinham em 2014 um volume de negócios de 631 milhões de euros. As oito empresas que surgem a seguir ficam-se pelos 533 milhões.

Essa é já uma primeira pista para o elevado nível de concentração que se observa no concelho. Uma ideia que os dados do INE parecem confirmar: mais de 35% do volume de negócios gerado em Viana pertence às quatro maiores empresas do município. A média nacional é de apenas 6,55% e, no Alto Minho, chega aos 18,3%. As conclusões são semelhantes se usarmos como referência o Valor Acrescentado Bruto (VAB).

Em Viana do Castelo, cada empresa vende menos do que no resto do país. Em 2013, o volume de negócios por grupo era de 250 mil euros/ano. Um valor que, embora fique acima da média registada no Alto Minho (174 mil euros), fica aquém do valor nacional (250 mil). As empresas de Viana têm ligeiramente menos pessoas empregadas. Cada empresa tem, em média, 2,8 trabalhadores face a uma média nacional de 3,1.

Se olharmos para os rendimentos da população, há duas conclusões que podemos retirar: por um lado, o salário médio em Viana é mais baixo do que na totalidade do país (957 vs. 1.094 euros). Por outro, o município apresenta maior equidade do que a média nacional quando se olha para diferenças entre sexos, sectores de actividade ou nível de qualificação. Por exemplo, em Portugal, os homens ganham mais 11,4% do que as mulheres. Em Viana, 9,7%.



Mais notícias