Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Futebol: “Sem uma estrutura a SAK não ia chegar a lado nenhum”

SAK quer dizer Safety Against Kicking ou não fosse a atividade desta empresa a criação de caneleiras personalizadas e em polímero que protegem os jogadores.
Futebol: “Sem uma estrutura a SAK não ia chegar a lado nenhum”
Na SAK, as rédeas estão nas mãos das irmãs Cristina e Madalena Albuquerque.
Maria Ana Barroso Nuno André Ferreira - Fotografia 30 de outubro de 2019 às 13:00

O negócio são caneleiras de futebol mas na SAK, desde o verão, quem tem as rédeas naquele que é um mundo tradicionalmente de homens são duas mulheres. Cristina e Madalena Albuquerque são irmãs e

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



pub

Marketing Automation certified by E-GOI