Wit Software: Uma pequena empresa com ambição global

A empresa dedica-se agora exclusivamente ao sector das telecomunicações e está em concorrência com com quatro empresas dos Estados Unidos e uma empresa da Coreia do Sul.
Wit Software: Uma pequena empresa com ambição global
Susana Órfão da Wit Software com o prémio que distingue as campeãs da internacionalização e da exportação.
Nuno Fonseca
Filipe S. Fernandes 18 de dezembro de 2018 às 19:15

Wit Software - Menção honrosa melhor grande empresa exportadora serviços

Em 2017, a operadora indiana Reliance Jio contratou a Wit como fornecedora de tecnologia de messaging, voz e vídeo sobre IP, para o lançamento de uma rede 4G. Este operador bateu o record do mundo em termos de taxa de crescimento, mesmo quando comparado com o WhatsApp, Skype e Facebook, e neste momento tem já mais de 200 milhões de utilizadores, conta Luís Silva, CEO e fundador da Wit Software.

"A nossa concorrência está no mercado global, não em Portugal. Neste momento concorremos diretamente, na nossa área de produto, essencialmente com quatro empresas dos Estados Unidos e uma empresa da Coreia do Sul", explica Luís Silva. A empresa tem cerca de 340 colaboradores, na sua grande maioria, são engenheiros de software e têm de concorrer com empresas "com milhares ou dezenas de milhares de engenheiros ao seu serviço, bem como avaliações em Bolsa de outra dimensão".

Em 40 países

A empresa nasceu com a ambição inicial de desenvolver software para o mercado global, a partir de Portugal. O primeiro cliente foi a Vodafone Portugal, tendo depois entrado no Grupo Vodafone. Seguiram-se clientes no Canadá e nos Estados Unidos e, daí em diante a empresa intensificou o seu percurso internacional.

Neste momento, a Wit tem software a executar em mais de 40 países no mundo e entre os principais clientes da WIT encontram-se o Vodafone Group (com 25 operadores internacionais), Deutsche Telekom (Alemanha), Swisscom (Suíça), Reliance Jio (Índia), NTT Docomo, KDDI, Softbank (Japão), Singtel (Singapura), Telstra (Austrália), Everything Everywhere (UK), Eir (Irlanda), Century Link (USA), entre outros.

A empresa dedica-se exclusivamente ao sector das telecomunicações, que pesa 95% no volume de negócios de cerca de 29 milhões de euros em 2017. Para Luís Silva, a "fórmula de diferenciação encontra-se na forma como trabalhamos: com agilidade, desenvolvendo software de qualidade, sendo honestos e transparentes, mostrando capacidade de inovação e, ainda, na nossa ambição de sermos uma pequena empresa, com os olhos postos em conquistar o mercado global".

Em 2017 foi distinguida pelo London Stock Exchange como uma das emporesas mais inspiradoras. Para Luís Silva explica-se porque a empresa trabalha em "tecnologias emergentes e em projetos muito interessantese inovadores, com a visão clara de que diariamente de ajudar os clientes a criar o futuro". Além disso, focam-se na atracção de talento e na retenção do seu capital humano.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI