Se não consegue visualizar correctamente este e-mail, clique na versão online..
Negócios
5 COISAS
QUE PRECISA DE SABER PARA COMEÇAR O DIA
Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
Facebook Twitter Google + LinkedIn
Esta quinta-feira os mercados irão estar a reagir à sobrevivência de May à moção de censura e à manutenção de Tsipras à frente do governo até às eleições de outubro próximo. E há contas do Morgan Stanley e da Netflix.

May sobrevive a moção de censura e Tsipras fica até às eleições

O parlamento britânico segurou ontem a primeira-ministra, no dia seguinte a ter chumbado o acordo do Brexit. Theresa May quer agora dialogar com os outros partidos para encontrar uma solução, mas as linhas de vermelhas traçadas dificultam um desfecho positivo.

 

Na Grécia, o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, ultrapassou a moção de confiança a que se tinha sujeito na sequência da demissão do seu ministro da Defesa. Com 151 votos favoráveis e 148 contra, o também líder do Syriza venceu mesmo à justa, já que se ficou pelo limiar mínimo que garantia a aprovação da moção de confiança. Se perdesse, abria-se via à convocação de eleições antecipadas - assim fica atè às eleições de outubro próximo.

 

Os mercados vão estar hoje a reagir a estes dois desenvolvimentos, já que ambos se deram após o fecho das bolsas europeias.

 

A inflação na Zona Euro

Hoje é dia de novos indicadores económicos na Zona Euro: o índice de preços no consumidor em dezembro [anterior: 1,9%; estimativa: 1,6%], e os dados da construção relativos a novembro [anterior: -1,6%].

 

Nos Estados Unidos, destaque para os dados da construção de casas em dezembro [anterior: 3,2% ; estimativa: -0,2%], bem como para os pedidos de subsídio de desemprego, na semana passada [anterior: 216 mil].

 

Morgan Stanley e Netflix apresentam contas

Prossegue a bom ritmo a divulgação de resultados nos Estados Unidos. Esta quinta-feira será a vez de o Morgan Stanley e a Netflix reportarem os seus números do quarto trimestre, ficando assim a saber-se também os números do conjunto do ano fiscal.

 

A banca dos EUA arrancou esta semana com a publicação das suas contas. Depois do Citigroup na segunda-feira e do JPMorgan e Wells Fargo no dia seguinte, ontem foi a vez do Bank of America e Goldman Sachs.

 

OPEP avalia mercado petrolífero

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) divulga, esta quinta-feira, o relatório mensal sobre a evolução do mercado petrolífero. A matéria-prima tem recuperado, neste início do ano, da forte queda sofrida no final de 2018.

 

A última semana foi mesmo a melhor em dois anos, a beneficiar da expectativa de que a OPEP tenha capacidade para cumprir a promessa de eliminar o excesso de petróleo no mercado através dos cortes na produção, o que tem sido repetido pela Arábia Saudita.

 

Política monetária em foco

Esta quinta-feira, o governador e o vice-governador do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda e Masayoshi Amamiya, respectivamente, falam num evento do G20 em Tóquio.

 

Ainda em matéria de política monetária, o vice-presidente da Reserva Federal dos EUA, Randal Quarles, discursa no fórum anual do Insurance Information Institute, em Nova Iorque. Já Sabine Lautenschläger, membro do Conselho Executivo do Banco Central Europeu, será oradora na Conferência sobre Gestão de Risco e Supervisão que decorre em Dublin.

 


RECEBA O NEGÓCIOS POR EMAIL
PUB
As últimas notícias de mercados
Expectativa de acordo EUA-China volta a animar Wall Street
Fecho dos mercados: Incerteza do Brexit fragiliza bolsas. Paládio imune a pessimismos, está em máximos históricos
Porque é que a CMVM quer limitar a venda de CFD?
Jerónimo Martins e papeleiras puxam PSI-20 para máximos de dois meses
VER MAIS ASSINAR
FALE CONNOSCO
DEFINIÇÕES
PORTFOLIO