Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
Adolfo Mesquita Nunes
Adolfo Mesquita Nunes 26 de agosto de 2019 às 19:22

Tudo como dantes

O que vale a pena realçar, e a direita não pode perder um segundo a deixar escapar esta evidência, é que as contas certas começaram com o PSD e CDS, que apanharam um défice superior aos 10% e em quatro anos o deixaram com 3%.

Na sua entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro foi claro nos alertas que lançou sobre a deterioração das perspetivas económicas. Os alertas tiveram um destinatário e um visado e aproveitaram um contexto.

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI