António Moita Os portugueses falam, falam, falam… 10.11.2019 António Moita 987
Comentamos tudo, criticamos tudo mas fazer, agir, concretizar são verbos que usamos com pouca frequência.
António Moita Eles comunicam. Ela não comunica 03.11.2019 António Moita 572
Aqui chegados, que me desculpem os que fingem que isto não tem importância nenhuma, há os que terão hipótese de entrar no combate e uma que, por muito importantes que sejam as causas que defende, deitará tudo a perder.
António Moita Quanto vale uma cadeira no Parlamento 27.10.2019 António Moita 661
Os inquilinos habituais do hemiciclo não se conformam com esta gente vinda de fora. O barulho vai incomodar, a música que ouvem não terá as mesmas harmonias, a irreverência de quem costuma chegar tarde a casa vai tirar o sono àqueles que se deitam antes do telejornal.
António Moita Com a verdade me enganas 20.10.2019 António Moita 730
Mais uma vez chegou onde queria. Governar com as suas políticas e com a sua gente, amarrando como podia os outros a soluções e a desígnios com que não concordam.
António Moita O Parlamento é um palco 13.10.2019 António Moita 740
Ainda que num total de duzentos e trinta, ter apenas um deputado pode fazer toda a diferença. Isto, claro, se o deputado for diferente. Arrisco afirmar que se o PAN não tivesse conseguido eleger em 2015 o seu deputado, hoje não existiria ou seria irrelevante.
António Moita Verdadeiramente ao Centro 06.10.2019 António Moita 344
Não deixa de ser curioso que num país em que as eleições se ganham ao centro, o político mais centrista do regime democrático nunca tenha tido a simpatia da maioria dos eleitores.
António Moita Um peixinho chamado Greta 29.09.2019 António Moita 661
Numa sociedade em que produtos, pessoas, organizações, culturas e até nações são descartáveis, é provável que a jovem ativista Greta passe dentro em breve à condição e à relevância de um pequeno peixe perdido num enorme oceano que tudo arrasta.
António Moita Polígrafo para sempre 22.09.2019 António Moita 987
Talvez seja de maior utilidade colocar um polígrafo em São Bento que faça soar uma campainha sempre que no Parlamento alguém se lembrar de negar o que disse ou arranjar desculpas para não cumprir o que prometeu.
António Moita Culpado ou inocente? Isso não interessa nada…  15.09.2019 António Moita 554
A justiça existe para garantir a aplicação da lei e tem como razão de ser a proteção das relações jurídicas e de defesa dos interesses menos protegidos.
António Moita Para que serve a campanha eleitoral? 08.09.2019 António Moita 1119
Dizem os políticos mais experimentados que a campanha eleitoral começa logo no primeiro dia de cada mandato. Supostamente cumprindo o que prometeram e assegurando uma proximidade com o eleitorado que lhes permita ir avaliando o caminho e a recetividade às suas decisões. Mas também há aqueles que só se lembram de Santa Bárbara quando troveja.

Marketing Automation certified by E-GOI