Cronista
Bruno Faria Lopes Jornalista da revista Sábado
Bruno Faria Lopes Ganhar por 10-0 nem sempre é o melhor resultado  15.11.2018 Bruno Faria Lopes
A evidente vitória negocial europeia nas negociações do Brexit é, também, uma estratégia que arrisca uma crise grave para todos.
Bruno Faria Lopes 2018, o ano da questiúncula 08.11.2018 Bruno Faria Lopes
Este tem sido um ano pródigo em casos tipo José Silvano. Chamar-lhes “questiúnculas” – e trata-los com ar de impunidade ou de gozo, como fazem Rui Rio, Carlos César ou António Costa – é não compreender o tremendo peso simbólico que têm para a população.
Bruno Faria Lopes O regime apoia Tomás Correia (e ninguém se espanta) 01.11.2018 Bruno Faria Lopes 46
O homem que deveria ter dificuldades em ter apoios para se recandidatar à liderança do universo Montepio consegue ter o regime em peso a seu lado.
Bruno Faria Lopes Atirar medidas ao ar no arrendamento (e depois rezar) 25.10.2018 Bruno Faria Lopes 60
Ler uma passagem de um debate em 1972 e perceber como são hoje desenhadas as medidas para a habitação é um exercício que ajuda a perceber a resistência do atraso português na definição de boas políticas públicas.
Bruno Faria Lopes A direita está perdida no labirinto de Centeno 18.10.2018 Bruno Faria Lopes 20
PSD e CDS querem menos IRS, mais progressões para professores, menos impostos indirectos, mais para a Saúde, mais investimento – tudo enquanto, nas palavras de Rui Rio, se consegue um “pequeno excedente orçamental”.
Bruno Faria Lopes Eleitoralismo 2.0. (versão pós-troika) 16.10.2018 Bruno Faria Lopes
É tentador, mas redutor, rotular esta proposta de Orçamento do Estado de eleitoralista. A margem dada pela economia continua a baralhar as leituras sobre a política orçamental.
Bruno Faria Lopes A Cresap má e a Cresap boa 11.10.2018 Bruno Faria Lopes
As contradições flagrantes de António Costa sobre o papel da Cresap – que agora já serve para validar nomeações escandalosas como a de Carlos Pereira para a ERSE – confirmam que não é o seu Governo que vai acabar com o festival das nomeações políticas.
Bruno Faria Lopes Portugal um ano depois do #MeToo 03.10.2018 Bruno Faria Lopes
Com excepções aqui e ali, o MeToo, e a batalha por redefinição de poder que lhe está subjacente, vem sendo tratado como uma coisa que está a acontecer lá fora. O silêncio relativo é revelador.
Bruno Faria Lopes O mandato que deve ser único, mas que não deve ser único  27.09.2018 Bruno Faria Lopes
Costa exalta as vantagens do mandato único para não reconduzir alguém que fez a diferença no combate crucial contra a corrupção, ao mesmo tempo que mostra vontade em não consagrar o mandato único. Marcelo assinou por baixo.
Bruno Faria Lopes Um excedente histórico é bom, mas não se distraiam   20.09.2018 Bruno Faria Lopes
Mesmo com os saldos históricos de Centeno – sem dúvida um resultado positivo e que ninguém esperava no arranque deste Governo – a vulnerabilidade das finanças públicas deste pequeno país sobreendividado está por ultrapassar.