Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Camilo Lourenço camilolourenco@gmail.com 15 de Março de 2011 às 11:38

Os camionistas e o país que somos

A luta dos camionistas ilustra bem o país que somos: dependente.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...
De tudo. Mas sobretudo do Estado. Veja-se: as empresas querem gasóleo mais barato ("gasóleo profissional"), alegando que o combustível representa já 40% dos custos totais. E pressionam, para além do admissível, o Governo. Este, com proposta aqui e proposta ali, vai tentando conciliar o inconciliável. Erradamente: não apenas porque o orçamento não aguenta um subsídio de dezenas de milhões de euros, mas porque o país não tem de suportar um custo que deve ser assumido pelas empresas.

Sem esse subsídio muitas fecharão portas? É provável. Mas qual o sector da economia onde não fecham empresas? E qual a moral para subsidiar camionistas e não empresas têxteis? E de calçado? E de construção? E…

A irresponsabilidade parece ser a única coisa onde os protagonistas se distinguem. Há dias uma associação do sector recusou aceitar deduções fiscais no IRC. Porquê? Porque é preciso ter lucros. Pergunta (que até uma dona de casa percebe): se não têm lucros porque mantêm as empresas? Outro responsável apelava às autoridades para aconselhar as empresas que não fazem greve a não saírem para a estrada. Inacreditável! Vamos ver se não faltam meios à polícia para dar pôr na ordem quem, via piquetes ou outra coisa ilegal, não deixa trabalhar… quem quer trabalhar.


P.S. - O Secretário de Estado dos impostos explicou assim, ao DE, a subida dos impostos: "A tributação automóvel é o mais importante. Não só porque o ISV tem vindo a perder peso relativo no OE, mas porque a importação de automóveis (…) e a sua compra são insustentáveis". Percebeu Zé Pagante?


camilolourenco@gmail.com
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias