Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Fernando Sobral - Jornalista fsobral@negocios.pt 25 de Dezembro de 2011 às 23:30

A Porta do Cerco

A Porta do Cerco foi, em Macau, o ponto de acesso de Portugal à China. Portugal vai agora ser a porta de acesso da China à Europa e às Américas. A história não se repete como farsa. Transforma-se consoante o poder e a vontade dos protagonistas.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Porta do Cerco foi, em Macau, o ponto de acesso de Portugal à China. Portugal vai agora ser a porta de acesso da China à Europa e às Américas. A história não se repete como farsa. Transforma-se consoante o poder e a vontade dos protagonistas. Mas a compra de uma posição determinante da EDP pela Three Gorges representa o grande salto do panda gigante para atravessar a porta de fronteira que o separava do mundo que quer descobrir. É um bom negócio para Portugal, que precisa do capital que a Europa se esquiva a dar-lhe. Por isso quaisquer que sejam as lágrimas de crocodilo da Alemanha, elas não merecem um lenço.

Portugal coloca-se num centro de batalha onde a Europa é cada vez mais irrelevante. E é por isso que a decisão se torna estratégica. Para a China e para Portugal. Para os chineses porque encontram em Portugal uma base de operações ideal, com janelas para os EUA, para a Europa, para o Brasil e mesmo para África. Portugal porque se liberta da canga de ser um pobre do sul da Europa que só sabe pedir dinheiro a Bruxelas. Portugal vai ser um Macau maior. Ao contrário. Mas isso poderá dar-lhe fôlego para organizar uma nova estratégia para um futuro em que não fique apenas refém do que pensa Bruxelas. As portas que a China abriu podem ser determinantes para que Portugal perceba por onde passa o seu futuro: pela África, pelo Brasil e, curiosamente, por um regresso inteligente à Ásia que tanto desprezámos e esquecemos depois do ciclo da pimenta. A China inventou a pólvora mas também criou o papel. Sun Tzu ensinou a arte da estratégia. Portugal, aparentemente, aprendeu a lição.


Ver comentários
Saber mais opinião
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias