Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

A tatuagem de Marques Mendes

A política não conhece as lógicas da gratidão. Marques Mendes pode ter feito no braço uma tatuagem a dizer «amor de PSD», mas isso não quer dizer que o partido continue a devotar uma grande paixão pela sua carga típica de brigada ligeira contra o Governo.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Celebrou com champagne a vitória de Cavaco sobre Soares e Alegre mas, na oposição, bebe, todos os dias, vinagre. Compreende-se porque Luís Filipe Menezes, na retaguarda, é a voz dos descrentes das capacidades napoleónicas de Marques Mendes. Quando diz que o PS discute o Estado enquanto o PSD debate estatutos encontrou o mote: há ansiedade numa oposição que começa a temer que Cavaco e Sócrates tenham trocado ao mesmo tempo as palavras que Churchill e De Gaulle escutaram da voz do primeiro: «si vous m’obstruterez, je vous obliterai». Se assim foi só Cavaco será a oposição a Sócrates. Os que duvidam de Marques Mendes temem algo: que o PSD tenha o síndrome da sesta. Acorda de vez em quando e diz qualquer coisa antes de voltar a dormitar. O próximo fim-de-semana mostrará se o PSD profundo quer como líder uma sereia ou um novo homem do leme. A oposição ao Governo, nos próximos anos, estará dependente dessa escolha.
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias