Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Sócrates, o simplificador

Portugal sempre foi um refém feliz da burocracia. Passa horas em filas para conseguir ser atendido por um serviço que lhe assina um papel que lhe permite ir para outra fila. Se fosse bom em contas, o país somaria as horas que por ano passa desnecessariame

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
E perceberia que perde milhares de horas de trabalho de múltiplos cidadãos que são atirados para esse universo de equívocos que são os serviços estatais. Sócrates, nesse aspecto, ficará na história. Como Sócrates, o simplista. Pode não ter feito muitas coisas além de ter embrulhado muito bem modernidades ocas, mas a sua bandeira central, a simplicidade de processos, ficará na história. A menos que não vingue. Será o ovo de Colombo da simplificação o que vai marcar os anos que Sócrates passará à frente do Governo. No futuro, ninguém se lembrará, como na fábula chinesa, se foi o filósofo que sonhou ser uma borboleta ou se, quando acordou, pensou que era uma borboleta que tinha sonhado ser filósofa. Sócrates poderá ter sonhado com a simplificação, mas não se sabe se esta não será o pesadelo do chefe do Executivo. Mas isso pouco contará no futuro. O poder tem de criar ilusões. E Sócrates criou uma: que é possível desburocratizar em Portugal.
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias