Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Sopa de letras

Vai por aí grande agitação em torno do Acordo Ortográfico. Opiniões há-as para tudo: as que dizem que o Acordo serve para afirmar o peso (económico e cultural) do Brasil; as que lembram que nem Espanha nem Inglaterra têm acordos destes com América Latina

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

É este um dos nossos problemas: temos a mania das grandezas sem termos peso que o justifique. Demos uma língua a oito países (que podiam ser nove?) e pensamos que temos direitos de propriedade sobre ela e nem sequer aprendemos com a História: já na primeira grande revisão ortográfica do Português, em 1911, esquecemos que o Brasil existia?

Somos menos portugueses se deixarmos cair consoantes não articuladas? Ou acentos circunflexos? Que sentido tem defender que “eles” é que têm de se aproximar da forma como escrevemos Português? O que podem 10 milhões contra 210 milhões?

Numa época em que a globalização vai uniformizando e “normalizando” o Mundo, devíamos dar graças a Deus por termos ao nosso lado um gorila de 800 quilos (com tendência para engordar) que, só pelo seu peso, marca posição no Mundo. O resto são complexos. Tardios e bacocos.

Ah! Quanto à uniformização do inglês, para quê copiar maus exemplos? Só um conservadorismo pacóvio impede a Inglaterra de entender que 300 milhões de americanos e 1,3 mil milhões de indianos mandam mais (na língua) do que 50 milhões de ingleses.

Outras Notícias