Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Filipe Garcia - Economista 24 de Maio de 2011 às 11:46

"The 7 Habits of Highly Effective People"

Traduzido em 38 idiomas e com vendas superiores a 15 milhões de exemplares, "The 7 Habits of Highly Effective People" é, provavelmente, o livro de desenvolvimento pessoal mais popular de sempre.

  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Publicado originalmente há mais de 20 anos, faz parte de quase todas as listas de obras recomendadas nos cursos e pós graduações em gestão. Desde a primeira versão, já foram publicadas extensões, adaptações e outras leituras da obra. É também um livro que serve de base a muitos seminários de desenvolvimento pessoal ou de "auto-ajuda". Mesmo a forma como as ideias são apresentadas, neste caso sob a forma de hábitos (regras, ensinamentos, mantras) "fizeram escola". Covey tem inspirado muitos autores, quer na forma, quer no conteúdo.

A ideia de base do livro é que o "verdadeiro" sucesso (sustentável e abrangente) implica o equilíbrio entre eficiências a nível pessoal e profissional, que podem e devem ser trabalhadas. Para que cada um possa melhorar, deve antes de mais fazer uma mudança de paradigma sobre a forma como percepciona o mundo e, sobretudo a si próprio. Ou seja, sem o esforço e a humildade de uma auto-análise sincera, não será possível evoluir. Deste modo, o grande valor deste livro reside na indução de processos de clarificação individuais, que podem alavancar o desenvolvimento pessoal. A primeira mensagem é mesmo essa: há que ser proactivo, alinhando acções com os seus valores intrínsecos.

A quem quiser conhecer os "7 Hábitos" propostos, basta uma rápida pesquisa na wikipedia para perceber a sua abrangência. Porém, é provável que, sem ler o livro, não se compreendam as verdadeiras consequências de tentar a sua implementação. Nenhum dos "7 Hábitos" é dispensável, mas destacaria dois deles: Devemos pensar "win-win", buscando soluções que sejam mutuamente benéficas a todos os intervenientes, pois só essas são sustentáveis. Outro, talvez o mais importante, fala em "procurar entender, para depois ser entendido", forçando o indivíduo a tentar conhecer o outro para que seja possível com ele interagir.

A grande dificuldade, como é óbvio, está na implementação. No entanto, é um livro com valor, que pode ser um "life-changer". A mera discussão e esclarecimento dos hábitos pode levar a conversas interessantíssimas que enriquecem e fortalecem os relacionamentos entre todos os participantes.








Autor: Stephen covey
Editora e Data: Free Press - 1990 (1ª edição)
Frase: "Seek First to Understand, Then to be Understood"
Palavras Chave: "Paradigm Shift"; "Personal mission"; "Emphatic Listening"; "Synergize"; "UpWard Spiral";
Apreciação: ****





*Economista da IMF, Informação de Mercados Financeiros
filipegarcia@gmail.com
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias