Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Filipe Garcia 15 de Março de 2011 às 11:44

Sabedoria e liderança

Robin Sharma é um autor canadiano que já vendeu mais de 5 milhões de livros em todo o mundo

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Robin Sharma é um autor canadiano que já vendeu mais de 5 milhões de livros em todo o mundo, vendas alicerçadas no seu grande êxito "O monge que vendeu o seu Ferrari". Essa primeira obra tem alguns pontos de contacto com "O Monge e o Executivo" de James Hunter e "O Alquimista" de Paulo Coelho. Aliás, Paulo Coelho aconselha regularmente os livros de Sharma. Uma capa que abusa de relevos e pormenores brilhantes e em que o nome do autor aparece maior do que o título deixa qualquer um mais cauteloso... mas vençam-se os preconceitos e iniciemos a leitura.

Antes de mais, importa pesquisar sobre "O monge que vendeu o seu Ferrari", já que isso pode ajudar a compreender este "Sabedoria e Liderança". Trata-se de uma fábula em que um advogado de sucesso, numa profunda crise e às portas da morte (causada pelo seu estilo de vida), decide parar, viajar ao encontro de gurus nos Himalaias onde aprende alguns ensinamentos essenciais. O livro foi um sucesso e este "Sabedoria e Liderança" não é mais do que parte do "roll out" do conceito original.

Nesta obra, o advogado volta do Oriente para difundir os conhecimentos apreendidos. No caso em concreto, pretende ajudar um velho amigo a reencontrar o caminho do sucesso. Através de 8 princípios, a que chama "rituais", será possível chegar a um patamar de excelência em liderança. Estes ensinamentos são transmitidos ao longo de longas conversas, que nos são descritas em detalhe pelo autor. E aqui reside um dos principais defeitos deste livro: a narrativa é inverosímil e o estilo de escrita é fraco, ainda que acessível, chegando a hipotecar a credibilidade do texto.

Mas, para minha própria surpresa, o conteúdo do livro é realmente bom. Os princípios de liderança apresentados são muito relevantes, o livro está bem estruturado e quase todos os resumos que se encontram no final de cada capítulo estão bem conseguidos. O autor insiste na separação entre os conceitos de líder e gestor, que hoje é corrente, mas não o era em 1998 e é particularmente certeiro na forma como deixa clara a necessidade de alinhamento entre líder e seguidores, unidos por um propósito. E é por isso que, apesar de ser uma obra muito desequilibrada, define um estilo de liderança sustentável em termos de resultados e de convivência interpessoal.

É um livro que aconselho vivamente, desde que se esqueça a narrativa que envolve a mensagem.








Autor: Robin Sharma
Editora e Data: Pergaminho - 2010; Original: HarperCollins 1998/2003
Frase: "Os bons líderes perseguem metas que têm em vista os interesses dos seus seguidores" Palavras Chave: "Visão"; "Propósito"; "Ritual"; "Adaptabilidade"; "Recompensa"; "Actividades de Renovação";"Alinhamento"
Apreciação: ***






*Economista da IMF, Informação de Mercados Financeiros
filipegarcia@gmail.com
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias