Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

O BES podia ter sido salvo. Mas devia?

O Lehman faliu. O BES não faliu. Foi forçado a desaparecer". A declaração é de Ricardo Salgado na comissão parlamentar de inquérito na terça-feira, dia 9 de Dezembro, a primeira vez que aparece em público desde a intervenção no BES. Uma declaração que resume a convicção de Salgado: o Grupo Espírito Santo, tal como o BES, poderia ainda existir. Caiu porque assim quis o Governo e, com ele, o Banco de Portugal.

  • Partilhar artigo
  • 18
  • ...

Um dos aspectos que vale desde já a pena salientar, pela negativa, é a absoluta omissão dos clientes do banco, pequenos aforradores, que perderam as suas poupanças. Salgado lembrou-se dos colaboradores, das empresas que exportavam e que tinham crédito do BES, mas praticamente ignorou os clientes que investiram na marca Espírito Santo.

...

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias