Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
João Carlos Barradas
João Carlos Barradas 06 de janeiro de 2020 às 20:45

As mortes de Suleimani

A opção menos má de França, Reino Unido, Alemanha, União Europeia, Rússia e China está, agora, por um fio depois de o Irão anunciar que deixará de acatar as limitações à produção de combustíveis passíveis de uso nuclear militar.

Suleimani morreu por forçar a mão com ataques directos a pessoal militar e diplomático dos Estados Unidos e os hierarcas de Teerão têm muito a temer se repetirem o erro de cálculo do general iraniano.

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI