Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
João Carlos Barradas
João Carlos Barradas 18 de novembro de 2019 às 19:15

O colapso de Hong Kong

A entrada este mês da multinacional chinesa Alibaba na bolsa de Hong Kong conta com aval de Pequim e é uma tentativa de voto de confiança na quarta maior bolsa mundial em que se financiam empresas estatais e privadas da República Popular.

A desordem é imensa; o conflito, insanável; as repercussões internacionais, ominosas, mas o destino de Hong Kong ficou selado quando Pequim anunciou o imperativo da defesa da segurança nacional e unidade da China para impor

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI