Choque de gestão na Saúde

30.07.2019

Compare-se o organograma de um hospital público com o de um privado de dimensão equivalente - as diferenças falam por si. Em vez de introduzirem maior especialização e competência, as estruturas intrincadas conduzem à lassidão e à burocracia, fenómeno crescentemente visível nas unidades estatais.

O que querem os jovens?

25.06.2019

Não há nada de estranho na atitude dos jovens de hoje perante a política e as causas colectivas. Desde a década de oitenta que se antecipava uma alteração profunda no modo como as novas gerações passariam a relacionar-se com a vida, nas suas múltiplas dimensões.

Duas vergonhas

06.06.2019

O que espanta em Donald Trump é a vertigem do seu discurso, errático e belicoso, as crescentes manifestações de grosseria, o seu comportamento psicopático. Este homem é mesmo perigoso - não só para a América, mas para o mundo.

As escolhas de António

02.05.2019

Que resposta dar a um utente do SNS que se vê forçado a esperar meses (ou anos) por uma cirurgia num hospital público quando ela poderia realizar-se, de pronto, numa instituição não-estatal a preço equivalente?

A teoria da galocha

26.03.2019

A ideia, explorada pelos populismos de direita e de esquerda, de que os deputados devem ser bacteriologicamente puros e totalmente desligados de quaisquer interesses económicos ou motivações grupais é perversa e em nada contribui para a qualidade da democracia.

Contar até 10

26.02.2019

Os exemplos de mau crédito e mau investimento multiplicaram-se em todas as geografias. Nesse ambiente pós-moderno em que a banca vivia, a Caixa não quis ou não soube ser excepção. Deixou-se levar pela vaga e as suas administrações pelo encanto das operações de alto risco.

Tão coerentes que somos

05.02.2019

Sem surpresa, o maior combatente sul-americano pela reversão do regime chavista é Jair Bolsonaro. Logo ele, conduzido pelo corrupto Temer à presidência do Brasil, após o inqualificável processo de destituição de Dilma Roussef.

You’ll never walk alone!

26.12.2018

É só em Março que nos deixa, se não houver um golpe de teatro, e já sentimos a sua falta. Limpa, ajustada ou selvagem, a saída do Reino Unido da União Europeia deixa-nos uma indisfarçável sensação de mal-estar.

Ver Mais