Cronista
Luis Nazaré

Porto, Portugal, 1957. Economista, gestor e professor universitário.

Mestrado em Gestão de Empresas [ISEG, Lisboa, 1994, classificação Muito Bom]. | Licenciatura em Gestão de Empresas [ISEG, Lisboa, 1980, 16 valores]. |

É partner da Gestíssimo - Consultoria e Gestão Lda e Presidente (não-executivo) do Conselho Estratégico dos CTT-Correios de Portugal. | É Professor Convidado, responsável pelas disciplinas de Estratégia Empresarial (licenciatura em Gestão), Marketing Estratégico (mestrado em Marketing) e Business Intelligence (MBA), no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), Universidade Técnica de Lisboa. | Director Executivo do curso de pós graduação em Gestão das Comunicações e Multimedia no ISEG. | Responsável pela área de Estratégia, Liderança e Decisão da Pós Graduação em Estratégia e Prospectiva no IDEFE/ISEG. | É colunista económico do Jornal de Negócios. | Presidente da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica. Grande Oficial da Ordem do Mérito.

Foi Presidente do Conselho de Administração dos Correios de Portugal [2005-2008]. | Membro do Conselho Consultivo da Portugal Telecom [2002-2005]. | Presidente do Conselho de Administração do ICP-ANACOM (Regulador Nacional de Comunicações) [1998-2002]. | Assessor do Primeiro-Ministro para a Indústria, Comércio e Turismo [1995-1998]. | Consultor em Estratégia Organizacional, Marketing e Gestão Geral [1993-1995]. | Administrador-delegado do IDEFE – Instituto para o Desenvolvimento e Estudos Económicos e Empresariais [1992-93]. | Administrador-delegado da IN Software, S.A . [1990-1992]. | Director Financeiro e Director Comercial da Time-Sharing, S.A. e empresas associadas [1987-1990]. | Controller na EUTELSAT (Organização Europeia de Telecomunicações por Satélite), Paris [1982-1987]. | Quadro do Gabinete de Estudos e Planeamento da Marconi [1981]. |

Foi responsável pela disciplina de Concorrência e Competitividade, ISEG [1994-1996]. | Docente do curso de mestrado em Ciências Empresariais da Universidade do Algarve [1994-1996]. | Assistente Convidado para a disciplina de Estratégia e Planeamento de Empresa no ISEG [1992-1993]. | Assistente Convidado para a disciplina de Gestão Financeira no ISEG [1991-1992].

Colunista económico do Jornal de Negócios (cerca de 100 artigos publicados). | Diversos artigos publicados em órgãos de informação geral e especializada sobre temas ligados à Economia, à Regulação, às Comunicações e à fileira da convergência. | Tradutor, com o Prof. Alberto Pereira (ISEG), da obra Fundamentals of Strategy, Harvard Business School Press [1995]. | 28 artigos publicados enquanto colaborador permanente do jornal Público, responsável pela coluna de Gestão (caderno Economia) [de Março de 1994 a Outubro de 1995]. | Diversos papers académicos nas áreas da estratégia empresarial, marketing e comportamento organizacional.

Ex-Presidente do Conselho Fiscal do Sport Lisboa e Benfica. | Ex-Coordenador do Gabinete de Estudos do Partido Socialista. | Ex-membro da Direcção da DECO. | Ex-membro da Direcção da ANGEP-Associação Nacional dos Gestores de Empresas.

Luís Nazaré Siza Vieira e o Comboio-Fantasma 04.12.2018 Luis Nazaré
Uma vez chegados à situação de "cadáveres urbanos", não resta outra solução que não a demolição total dos edifícios, o aumento brutal das volumetrias e um magnífico encaixe para as partes envolvidas.
Luís Nazaré As propinas dos ricos 30.10.2018 Luis Nazaré
O corte no preço das propinas é uma má medida, mas não pelas razões de "injustiça social" que têm sido desenvolvidas por comentadores de diversos quadrantes.
Luís Nazaré A ANA e os batráquios do Montijo 25.09.2018 Luis Nazaré 40
A ANA não está interessada numa simples aerogare de terceira categoria, uma espécie de Luton de Lisboa, mas sim na construção de um aeroporto moderno, com valências e espaços comerciais equiparáveis aos do irmão da outra banda.
Luís Nazaré Era uma vez um comboio 28.08.2018 Luis Nazaré 27
Não há como negá-lo. O estado a que o sector ferroviário chegou em Portugal é confrangedor. Bem se podem agora acelerar obras que há muito deveriam estar concluídas ou iniciar processos concursais que só produzirão efeitos dentro de cinco ou mais anos - o mal está feito.
Luís Nazaré A falta do Ederzito 26.06.2018 Luis Nazaré
Não, os Mundiais já não são o que eram. Já não há grandes equipas, nem futebol de ataque, nem os resultados desnivelados dos tempos pré-globais. Só vemos fogachos individuais, tácticas de contenção e penáltis televisivos.
Luís Nazaré "Pornstars" 05.06.2018 Luis Nazaré
Não será fácil, talvez fosse mesmo impraticável, a fixação de limites máximos nos salários ou nas pensões. Mas nada impediria que as remunerações de topo em empresas com leques salariais obscenos fossem severamente tributadas.
Luís Nazaré Mais funcionários públicos? 01.05.2018 Luis Nazaré 56
A solução para todos os males, dizem, é despejar mais e mais dinheiro na máquina estatal, seja à custa do que for. De gestão e eficiência, só palavras vagas e inconsequentes.
Luís Nazaré Ao serviço de Sua Majestade 03.04.2018 Luis Nazaré
Putin e Trump, duas faces de uma mesma moeda, não pouparão meios nem esforços para controlarem os destinos do planeta ao seu próprio jeito. Só que agora as coisas não são como nos primeiros tempos de James Bond - não sabemos onde estão os bons da fita. 
Luís Nazaré "Stop this madness!" 27.02.2018 Luis Nazaré
Portugal está em vias de se transformar num inferno legislativo. Há uma espécie de obsessão pela feitura desenfreada de leis e regulamentos, como se o princípio da Física do horror ao vazio se devesse aplicar a tudo quanto mexe livremente na sociedade.
Luís Nazaré O preço (in)certo 30.01.2018 Luis Nazaré
Não causa surpresa o facto de um governo minoritário ter de fazer concessões e negociar apoios para obter suporte parlamentar. Sempre assim foi (vide os primeiros mandatos de Cavaco Silva e António Guterres) e será.