Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Carlos Albuquerque 08 de Abril de 2014 às 19:55

O grande salto

A reforma do Estado e o crescimento da economia são duas faces da sustentabilidade. Num lado o Estado. E o equilíbrio das contas públicas. Noutro lado as empresas. A inovação. O crescimento. A criação de emprego. E o desenvolvimento.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

 

A FRASE...

 

"Mas a escolha de Valls não é apenas natural por razões de política interna ou de popularidade em França. Valls representa com Matteo Renzi - o novo primeiro-ministro italiano - uma nova vaga de políticos de esquerda que tentam compatibilizar a austeridade com políticas de crescimento, em forte ligação às empresas."

 

Expresso, Editorial, 5 de abril de 2014.

 

A ANÁLISE...

 

As políticas de crescimento têm resultado em desperdício de fundos públicos. Em clientelismos e favorecimentos. Em intervencionismos que emperram. Em sustentações do insustentável. Em projectos desnecessários. Em discursos de aproveitamento comunicacional. Na mistificação do papel do Estado na economia. Como se pudesse tudo. Quando não pode nada. Favorecendo empresas menos dinâmicas. O sabor acre da sua desilusão. E a factura final a pagar.

 

As políticas de crescimento com forte ligação às empresas poderão ser um salto de responsabilidade. Se forem essencialmente processuais. De libertação da sociedade. De permissão da livre expressão do empreendedorismo individual. De estabilização legislativa e regulamentar. De reforço da confiança. De criação de contextos favoráveis. Na justiça. Na formação e no ensino. Na flexibilização dos relacionamentos. Para as melhores empresas. Para as empresas que criam empregos. Geram riqueza. E dinamizam efectivamente a economia.

 

Intervencionismo destrutivo ou processualismo construtivo é o dilema. Alguma esquerda parece optar pelo segundo caminho. É um salto importante. É um salto fundamental. É um grande salto. Não O Grande Salto Em Frente. Mas o Grande Salto da Liberdade.

 

Este artigo de opinião integra A Mão Visível - Observações sobre as consequências directas e indirectas das políticas para todos os sectores da sociedade e dos efeitos a médio e longo prazo por oposição às realizadas sobre os efeitos imediatos e dirigidas apenas para certos grupos da sociedade.

maovisivel@gmail.com

 

Este artigo de opinião foi escrito em conformidade com o novo Acordo Ortográfico.

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias