Cronista
Joaquim Aguiar
Joaquim Aguiar As três estagnações 17.01.2020 Joaquim Aguiar
O crescimento potencial da economia portuguesa é baixo, não passando a banda dos dois a três por cento, o que não permite sustentar o aumento da despesa com as políticas sociais nem o investimento em equipamentos e infraestruturas, mesmo em regime de taxas de juro negativas.
Joaquim Aguiar Passado contra futuro 13.01.2020 Joaquim Aguiar
Que sejam agora os protagonistas da política americana no presente a promover a ilusão do nacionalismo, a desmantelar as entidades de regulação e supervisão de espaços supranacionais mostra que a ilusão dos iludidos é o outro modo de designar a decadência.
Joaquim Aguiar As crises cativadas 06.01.2020 Joaquim Aguiar
Quem escolhe a via das cativações orçamentais e das cativações na interpretação das crises renuncia interpretar a mudança da realidade efectiva das coisas, exerce o poder coberto por um manto diáfano de fantasia.
Joaquim Aguiar O fim da hegemonia americana 01.01.2020 Joaquim Aguiar 65
Os contemporâneos de Nero, entretidos com as suas estratégias de poder, não tiveram consciência de que participavam no fim da civilização do Império Romano – mas deixaram às muitas gerações do longo período da Idade Média o trabalho de reflectirem sobre o que lhes tinha acontecido.
Joaquim Aguiar O possível e o necessário 16.12.2019 Joaquim Aguiar
Em política, o confronto com realidade exige o reconhecimento das mudanças das circunstâncias, e isso implica aceitar e vencer o confronto com os que, por fixação na memória ou por recearem perder posição no processo de mudança, recusam reconhecer que as circunstâncias mudaram.
Joaquim Aguiar Receber o poder 10.12.2019 Joaquim Aguiar
O poder é como a maçã de Isaac Newton: a questão não está em a maçã ter caído, a questão está na cabeça que estava na trajectória da maçã e formulou a lei da gravidade.
Joaquim Aguiar A ilusão do dogmático 04.12.2019 Joaquim Aguiar
Passados quatro anos, as políticas de austeridade foram renomeadas políticas de cativações, o crescimento económico não apareceu e o primeiro-ministro, António Costa, procura nas instituições europeias balanço de Banco Central onde colocar a dívida pública.
Joaquim Aguiar A crise da hegemonia americana 26.11.2019 Joaquim Aguiar
Na política real, tudo é complexo e nada é linear, e a primeira preocupação de quem conquista o poder é esbater as divisões polarizadas e assegurar o respeito das normas internas e dos compromissos externos, sem o que o poder não lhe serve para nada.
Joaquim Aguiar Fragmentação dos eleitorados 13.11.2019 Joaquim Aguiar
As eleições em Espanha do dia 10 mostram que o eleitorado nem consegue afastar os que não satisfazem, nem consegue formar uma plataforma de poder que permita formar um governo.
Joaquim Aguiar Gestão de alternativas 05.11.2019 Joaquim Aguiar
O chefe de um governo minoritário é um gestor de expectativas, não no sentido habitual de ir satisfazendo as necessidades dos eleitores, mas sim no sentido de impedir que os eleitores pressintam a possibilidade de uma alternativa.

Marketing Automation certified by E-GOI