Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Joaquim Aguiar 19 de Novembro de 2020 às 09:20

A verdade da mentira

A mentira de André Ventura consiste em dizer que está contra o "sistema" quando este se está a desintegrar porque se desactualizou, porque perdeu a relação com a realidade. É uma mentira que esconde a verdade da incompetência política de quem não sabe o que fazer com o que está a acontecer.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A FRASE...

 

"Nunca tal se viu! Um partido, com um só deputado, provoca verdadeiros terramotos na vida pública nacional!"

António Barreto, Público, 14 de Novembro de 2020

 

A ANÁLISE...

 

Uma mentira serve para esconder uma verdade, mas se a mentira for devidamente analisada encontra-se a verdade que a mentira pretendia esconder. Esta é a importância da mentira em política. Não basta denunciar a mentira do mentiroso, é preciso procurar o que ele quis esconder com essa mentira.

 

Quando se trata de analisar as iniciativas de um protagonista político que procura alargar o seu espaço de influência ou que se apresenta como promotor de um novo partido, analisar os temas que escolhe para se diferenciar, observar as propostas que apresenta para responder aos problemas que denuncia, permitirá identificar o que são os seus objectivos efectivos que estão encobertos pelo seu discurso público. Há quem se apresente como um inovador que está em oposição ao "sistema", mas que tem como verdadeiro objectivo integrar-se no processo de negociação que estabelece a distribuição das posições nesse mesmo "sistema": está contra o "sistema", mas apenas para ser integrado no "sistema".

 

E se o "sistema" que critica, mas onde se quer integrar, não ficar à sua espera? O Chega!, partido que se designa com a força de um ponto de exclamação, chegou tarde, porque o "sistema" está a ser desmoronado por uma crise sanitária que desencadeia uma crise económica de tal intensidade que todos os equilíbrios sociais e políticos vão ter de ser reformulados depois da descontinuidade que está a ser provocada por estes acontecimentos. À esquerda e à direita, mais à esquerda do que à direita, estratégias, programas e posições partidárias vão ter de ser revistos em função da nova realidade efectiva das coisas.

 

A mentira de André Ventura consiste em dizer que está contra o "sistema" quando este se está a desintegrar porque se desactualizou, porque perdeu a relação com a realidade. É uma mentira que esconde a verdade da incompetência política de quem não sabe o que fazer com o que está a acontecer - porque depois nada vai ser como era antes.

 

Artigo em conformidade com o antigo Acordo Ortográfico

 

Este artigo de opinião integra A Mão Visível - Observações sobre as consequências diretas e indiretas das políticas para todos os setores da sociedade e dos efeitos a médio e longo prazo por oposição às realizadas sobre os efeitos imediatos e dirigidas apenas para certos grupos da sociedade.

maovisivel@gmail.com

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias