O Tempo do investimento

11.06.2013

Deve ser invertida a quebra da procura interna – nomeadamente o consumo privado – que há 10 trimestres consecutivos se regista, sem a qual os incentivos ao investimento acabarão, naturalmente, por ter efeitos limitados

Endividamento & crescimento

14.05.2013

Penso que é do mais elementar bom senso (e nem seria necessário recorrer à Teoria Económica…) perceber que maiores níveis de endividamento, quer público, quer privado, colocam entraves crescentes ao crescimento económico.

Decisões perigosas

16.04.2013

Por cá, o Tribunal Constitucional preferiu interpretar a Constituição sem enquadrar devidamente quer a nossa dependência dos credores, quer a realidade económica e europeia que estamos a viver…

Dêem razão à S&P

20.03.2013

Portugal recebeu recentemente o primeiro sinal favorável de uma agência de notação financeira em 15 anos: a S&P veio subir as perspectivas para o "rating" da dívida portuguesa de negativas para estáveis. Depois da emissão de dívida pública a 5 anos em Janeiro último, uma nova etapa positiva foi superada na espinhosa trajectória que teríamos sempre de cumprir para ambicionar melhorar o nosso futuro.

A importância do (esperado) regresso aos mercados

19.02.2013

… E, enfim, depois de tantos meses plenos de agruras e sacrifícios, e sem uma boa notícia que nos pudesse animar, o início do ano trouxe um sinal de esperança: o regresso, para muitos surpreendente pelo "timing", do Estado Português aos mercados de dívida numa emissão de longo prazo.

Recompensa & austeridade

14.01.2013

No seu discurso, Juncker nunca refere que seria adequado "voltar para trás". Nem insta os governos dos países de programa a deixarem de efectuar as reformas necessárias; nem a deixarem de lado a consolidação orçamental.