Paulo Querido
Paulo Querido 27 de maio de 2013 às 00:01

Antes que estale uma guerra comercial, China faz lóbi na Europa

Foi com um ar carrancudo que a chanceler alemã Angela Merkel recebeu no sábado em Berlim o primeiro ministro chinês Li Keqiang. No topo da agenda sino-europeia estão os painéis solares e os equipamentos de telecomunicações.

1. Antes que estale uma guerra comercial, China faz lóbi na Europa

A UE acusa a China de praticar preços demasiado baixos, um "dumping" que encurrala as empresas europeias. E ameaça impor restrições à importação. Li Keqiang discorda. Na sua primeira visita a Berlim desde que é líder, referiu que tais sanções prejudicarão em primeiro lugar os consumidores europeus, e depois a indústria chinesa.

 

O vice-ministro do comércio chinês, Zhong Shan, reunirá hoje em Bruxelas com o comissário europeu Karel De Gucht — o homem que assina a proposta de cobrar taxas de importação de até 47% nos produtos solares oriundos da China.

 

A UE tem de tomar uma decisão antes de 6 de junho e Shan veio com Keqiang ter "conversas informais", que é como se diz "lobbying" em chinês educado.

 

 

 

2. GOOGLE

O plano é ambicioso: conectar à Internet mil milhões de cidadãos de países africanos emergentes. A Google já está no terreno conversando com reguladores da África do Sul e do Quénia. A empresa deverá investir em redes sem fios — o wireless é a melhor opção em África, onde são raríssimas as ligações com fios fora das grandes cidades. O espectro reservado às televisões poderá ser usado nalguns casos, adianta o WSJ.

 

 

 

3. HULU

Depois dos 1.100 milhões de dólares desembolsados pelo Tumblr, a Yahoo! fez uma oferta surpreendente pelo serviço de emissão de video Hulu. Surpreendente pelo timing e pelo descaramento, que não pelo montante, que não foi revelado. Mas é conhecida a profundidade dos bolsos da Yahoo!: 5.400 milhões. Propriedade da News Corps e da Disney, que a puseram à venda, a Hulu tem agora 7 pretendentes. A última oferta conhecida é de 500 milhões de dólares.

 

 

 

 

"Tópicos" é uma ferramenta do Negócios que faz pesquisa inteligente das notícias de economia mundiais. Consulte e saiba mais em www.negocios.pt

pub