Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

A gravidade foi descoberta em teletrabalho

Ora foi em teletrabalho que o cientista desenvolveu importantes estudos sobre cálculo e ótica, e se inspirou para desenvolver a sua lei da gravitação universal após a história da maçã.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Isaac Newton nasceu em 1642 e foi um dos maiores cientistas da humanidade. Provavelmente o feito pelo qual é mais conhecido pelo público em geral é a teoria científica da gravidade. Eventualmente tal se deve à situação caricatural de se ter apercebido da lei da gravidade quando uma maçã lhe caiu na cabeça quando estava debaixo de uma árvore. Na realidade, não há certeza se lhe caiu na cabeça ou simplesmente caiu no chão, mas a primeira versão é mais divertida e mais “viral”. À semelhança de Arquimedes que é, para muitas pessoas, mais conhecido pelos seus gritos de “Eureka!” enquanto supostamente corria todo nu pela rua, imediatamente após descobrir a impulsão enquanto estava na banheira, do que pela descoberta em si.

Voltando a Newton, ele estava em Cambridge quando surgiu a epidemia de peste bubónica que causou muitos milhares de mortes em Londres entre 1665 e 1666. Com o encerramento da Universidade de Cambridge, Newton e os restantes ficaram em confinamento. Assim, Newton ficou em teletrabalho na sua terra natal, Woolsthorpe Manor.

Ora foi em teletrabalho que o cientista desenvolveu importantes estudos sobre cálculo e ótica, e se inspirou para desenvolver a sua lei da gravitação universal após a história da maçã.

Ou seja, há muitos anos que o conceito de teletrabalho e o confinamento existem, e, nalguns casos como este (admito que raros) com ótimos resultados.

Uma das questões-chave é que na altura não havia comunicações rápidas nem fáceis, sendo que as pessoas acabavam por trabalhar sozinhas na generalidade dos casos, não havendo o trabalho em equipa que hoje é possível durante um confinamento. Ou seja, dantes o confinamento era favorável aos trabalhos beneficiados por um ambiente de calma e algum isolamento, sendo que também havia mais espaços abertos e em contacto com a natureza do que hoje.

Atualmente, o teletrabalho poderá ser aproveitado para se conseguir, numas alturas, um maior distanciamento e calma para reflexão, sem a azáfama do escritório, e poder ter, noutras alturas, mais colaboração com colegas (sabendo que a inovação e a criatividade poderão ficar limitadas pela distância, e que o impacto do teletrabalho depende muito da personalidade de cada pessoa e da sua necessidade de socialização).

Termino relembrando que o teletrabalho “normal” não é a situação atual de confinamento com a família toda em casa, com os mais velhos a trabalhar e os mais novos a ter aulas. É bem melhor…

Ver comentários
Mais artigos de Opinião
Ver mais
Outras Notícias