Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Pedro Santos Guerreiro psg@negocios.pt 14 de Dezembro de 2004 às 13:54

Não são favas contadas

A tarefa do Presidente da República era dificílima: como explicar ao país a sua decisão sem cair na fragilidade de enumerar episódios? Era difícil.

  • Partilhar artigo
  • ...

Era preciso um «toque de génio» daqueles que se esperam nestas alturas das pessoas excepcionais. Mas Jorge Sampaio não é Winston Churchill. O seu decepcionante discurso não esclareceu, não clarificou, não iluminou nada – e a sua decisão presta-se agora a todas as leituras. Quando se esperava que o Presidente da República viesse para dizer e calar, veio para o contrário: nada disse e gerou desconfiança. A pré-pré-campanha está incendiada.

Há uma semana, as sondagens davam uma esmagadora maioria de apoio à decisão de Sampaio e outra expressiva maioria votaria PS. Hoje pode já não ser assim. A 20 de Fevereiro não será com certeza assim: o PSD terá mais, Sampaio terá menos e o PS terá os votos da exclusão de partes. O PSD terá mais votos na exacta medida que Sampaio for perdendo popularidade. E é certinho que o passar dos dias e a intensificação dos discursos de Santana e Portas vão amnesiar os eleitores. A dissolução da Assembleia da República vai tornar-se assunto e café e as discussões vão centrar-se em se foi ou não penalty e se o árbitro estava em boa posição para ver a falta. É isso: o Estado num campo de futebol. 

 por isso que não é verdade – e sêlo-á cada vez menos – que o PS já ganhou, estando em causa se a maioria é ou não absoluta. É por isso que o PS quis eleições tão cedo quanto possível e o PSD tão tarde quanto possível. É por isso que o PSD já cerrou fileiras (o partido está genuinamente a sentir-se injustiçado e a unir-se, o que é aliás um traço diferente do PS). É por isso que Sampaio deu um brinde ao Governo cessante com o seu não-discurso. É por isso que estas eleições não têm prognóstico certo. Não são favas contadas. Ainda bem que não são favas contadas.

Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias