Ontem
Manuel Falcão Semana horribilis 03.07.2020 Manuel Falcão
A semana, que prometia ser do regresso à normalidade, foi afinal um pesadelo. A razão do pesadelo, percebe-se hoje claramente, foi o desgoverno com que o desconfinamento se processou
Anteontem
Camilo Lourenço Este país tem conserto? 02.07.2020 Camilo Lourenço 524
O país vai avançar para um apoio que começa em 1.200 milhões de euros e não sabe onde vai terminar. A propósito, já algum governo contabilizou tudo o que nos custou a TAP desde a sua nacionalização?
Bruno Faria Lopes Dói muito? É “estratégico”, sr. contribuinte 02.07.2020 Bruno Faria Lopes
A TAP é estratégica, a Efacec é estratégica. Com esta palavra mágica os decisores públicos dispensam-se de apresentar o custo e o benefício das opções possíveis para as empresas em apuros, cujos problemas nunca são indissociáveis da influência política. Já aqui estivemos – e aqui continuaremos a estar.
Bernardo Rodo Comportamentos de consumo 02.07.2020 Bernardo Rodo
As diferentes reações dos consumidores, das empresas e dos mercados perante a instabilidade da situação resulta em comportamentos diversos, abrangentes e inclusivos, mas todos sugerem recear um mesmo inimigo, que neste caso é o tempo.
Fernando Ilharco Resistir à crise 02.07.2020 Fernando Ilharco
A resistência começa na atitude. Se não se acreditar que é possível, todo o comportamento vai ser afectado, modelado, por essa convicção. Nessa situação, conseguir que as coisas corram bem, atingir os objectivos, passa a ser uma questão de sorte, de acaso.
Armando Esteves Pereira Costa e a síndrome de Lage 02.07.2020 Armando Esteves Pereira
Bruno Lage passou de campeão a despedido. Mas não é só no futebol que as coisas mudam rapidamente. Na política, pode acontecer o mesmo. António Costa ainda goza de grande popularidade, mas se não tiver cuidado pode ser vítima da mesma síndrome por causa dos maus resultados da economia.
Camilo Lourenço A Champions e a hipocrisia de Bloco e PCP 01.07.2020 Camilo Lourenço 1354
Já fez contas às vezes que Bloco de Esquerda e PCP se atiraram aos “privilégios” das empresas? Faça uma pesquisa no Google para os últimos cinco anos e ficará impressionado. Ele é críticas a “leis desenhadas à medida das multinacionais”, críticas aos benefícios fiscais de que beneficiam empresas como Pingo Doce, EDP, Continente, Galp, Teleperformance, TAP e Banco de Portugal, críticas ao regime dos “residentes não habituais”, etc.
Pedro Santana Lopes A RUA 01.07.2020 Pedro Santana Lopes 112
A questão da rua não é pois, ser de esquerda ou de direita. Aliás, aprendemos na escola que quem vai para a rua é quem se porta mal nas aulas. É do que isto está a precisar: muita aula.
Paulo Carmona Compreender a democracia 01.07.2020 Paulo Carmona 105
Rui Rio não entende, nem morre de amores pela AR. Já o afirmou publicamente. Não é particularmente amigo do debate, interno e externo, e conta com alguns tiques de autoritarismo.
Luís Todo Bom O regresso dos “achadores” 01.07.2020 Luís Todo Bom
Partilham vigorosamente opiniões de outros “achadores” sobre medicamentos milagrosos, vacinas, formas de controlar a pandemia, vitórias e derrotas dos vários países, sem caracterizarem a sua envolvente social, cultural e económica.

Marketing Automation certified by E-GOI