Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 12 de março de 2018 às 21:30

A imitação é sempre pior do que o original 

Quando se candidatou à liderança do PSD, os apoiantes apontavam a Rui Rio uma coerência à prova de bala: tinha agenda própria e era insensível às pressões. Mas desde que foi eleito, Rio tem demonstrado exatamente o contrário.

Primeiro, levou para vice-presidente Elina Fraga, o superlativo do populismo na justiça. Depois, quando a Google anunciou um centro de competências em Portugal, questionou: "Porque é que a Google tem de ir para Lisboa?" (tentando

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub