Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

A doutrina Santana

A frase fundamental que cada candidato a político aprende nas «jotas» é simples: a culpa não é minha. Por isso cada Governo exorciza tudo o que, de bom ou de mau, o anterior fez.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A frase fundamental que cada candidato a político aprende nas «jotas» é simples: a culpa não é minha. Por isso cada Governo exorciza tudo o que, de bom ou de mau, o anterior fez. Também por essa razão cada Governo cria e recria Ministérios.

Essa é uma lógica da democracia: cada lei orgânica demora meses a ser discutida e aprovada e, assim, o novo ministro tem algum tempo para vir a perceber da pasta que lhe foi confiada com amor e carinho pelo primeiro-ministro. Há, depois, um outro princípio. Se há interesses a mais a alimentar no país, nada como irmaná-los no Governo. Só assim, enquanto os interesses e os ministros que os defendem se marcam como médios defensivos, é que o primeiro-ministro pode respirar.

Enquanto ministros e interesses se combatem, o PM pode guardar para si a decisão definitiva. Nenhum PM é forte se os seus ministros não forem fracos na sua aparente fortaleza de defenderem com unhas e dentes o seu pátio de interesses. Santana Lopes sabe «My Way» de Frank Sinatra de cor e salteado. E é essa a nova doutrina do país.

Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias