Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Fernando Braga de Matos 10 de Setembro de 2010 às 11:00

Apocalypse Now

(Onde o autor, porque não é menos que os restantes 9.999.999 de portugueses, decide também falar de futebol, quando a nau da selecção vai de pantanas, deixando de rastos a desditosa Pátria minha amada - desmoralizada, desafortunada e falhada).

  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Que mais irrrá nos acontecerrr??? Agora até os maltrapilhos do Chipre e os mancos da Noruega fazem de nós gato sapato??? O nosso destino para o Europeu de 2012 ficou traçado logo neste início de Setembro, mês que se julgaria "a priori" ameno e prazenteiro e, desta vez, nem a santa padroeira de Portugal verá motivos para proceder a outro milagre.

" Ajuda-te, que eu te ajudarei", terá dito Cristo, e esta regra deixa-nos esclarecidos quanto a intervenções celestiais hipotéticas. Realmente, foi cá em Portugal antes mesmo de iniciar o campeonato europeu que se desintegrou a equipa portuguesa, enredada em actos de idiotia colectiva que nos explicam, nisto e quase tudo mais, porque o país não sai da cepa torta: Não nos ajudamos (até pelo contrário) e os outros não andam cá para isso. Numa empresa, num exército ou num país, principalmente em situação competitiva, jamais se compreenderia a avalanche de asneiras insuportáveis que todos os intervenientes deste "imbróglio" teimaram em ir praticando, para tudo acumular na situação de telenovela barata e funesta a que vimos assistindo, boquiabertos. Foram todos, mas mesmo todos, a contribuir de modo continuado, com actos repercutidos nos seguintes, em" tit for tat" e escalada, acabando a desenhar uma situação perde-perde.

Queiroz, que donde sai sai quase sempre em confusão e conflito, não tem manifestamente autoridade num conjunto em formação e, agora, inocente ou culpado, encontra-se sem condições objectivas e subjectivas para prosseguir. Não sei se é bom ou mau treinador e seleccionador ou até se há melhor para realizar a série de múnus que lhe competiam, mas sei que acabará saindo pela porta pequena. É culpado em 25% da catástrofe.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) é aquela coisa que todos aprenderam a detestar, até porque o futebol é campo arado para ódios, intrigas, quezílias e outras virtudes teologais de idêntico gabarito. Madaíl tem exibido posições consistentes, mas, com um colectivo ao sopapo e em desagregação, mais valia possuir liderança que consistência. Um conselho: demasiados óculos escuros naquela gente cria uma imagem ainda mais negativa pelo que passar a graduados é um passo no bom caminho, até porque dá para ver melhor as coisas. A FPF leva 35% na desgraça.

Os jogadores, gente paga com salários de 6 números, dão ideia, às vezes , que entram em camarim não em balneário, e, quando não conseguem atrair mais que 9000 espectadores ao estádio D. Afonso Henriques, mostram que não dão espectáculo. Como se arrastam no campo como mãe solteira e abandonada recebem 5% na auto-sondagem do descalabro.

Laurentino Diaz, ou melhor, Dias ( o "z" dá um ar muito mais ditador sul-americano) parecia um tipo simpático e discreto , mas ao entrar em protagonismo merdificou completamente a escrita. Lembra ao diabo, num momento crítico para a selecção, com tudo arrumado conflitualmente, mandar avocar o processo disciplinar a Queiroz à Autoridade anti-doping ? Filipe Vieira, na SIC, denunciou ainda motivações políticas, mas como esse cidadão não é propriamente o "Times" em credibilidade, deixa-me estar calado. Diaz, digo, Dias leva 50% na balbúrdia (sei que soma 115% mas ainda me parece pouco).

Já estávamos a descer em tudo que é tabela europeia e mundial, desde as da OCDE às do FMI, mas nas da UEFA e FIFA as coisas corriam, proporcionalmente, às mil maravilhas, um verdadeiro primor. Agora é isto. E nem se falou de danos financeiros, apenas desportivos, domínio onde basta pensar na ausência futura de patrocinadores de peso.


Advogado, autor de "Ganhar em Bolsa" (ed. D. Quixote), "Bolsa para Iniciados" e "Crónicas Politicamente Incorrectas" (ed. Presença). fbmatos1943@gmail.com



Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias