Raquel Godinho
Raquel Godinho 15 de janeiro de 2018 às 20:45

As novas regras dos mercados já fazem baixas

No arranque de 2018 deveria ter sido transposta a DMIF II (Directiva dos Mercados Financeiros). Em Portugal, isso ainda não aconteceu, mas alguns países europeus já o fizeram.

E estas novas regras dos mercados têm provocado um intenso debate ao longo dos últimos meses. Este fim-de-semana, em entrevista ao Financial Times, o presidente do Nomura revelou que, depois de o banco de investimento ter abandonado o serviço de "research" na Europa, prepara-se para reavaliar a sua actividade no Japão e nos EUA. Koji Nagai frisou que as reformas impostas pela nova directiva europeia acabaram por se traduzir no fim dos departamentos de "research" no Velho Continente, pois o banco não é "uma instituição de caridade" e não pode divulgar "research" sem custos. "Já deixámos de oferecer o serviço de 'research' na Europa. Provavelmente não há vantagem em proporcionar o serviço nos EUA", adiantou ao jornal. E, continuou Koji Nagai, ainda que a directiva seja europeia, o impacto que pode ter nos investidores internacionais leva a que a DMIF II deva ser tratada como um assunto global. O banco japonês é, assim, o primeiro a assumir publicamente a necessidade de reestruturação em consequência da DMIF II. Quem se seguirá?

 

Jornalista

pub