Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
João Quadros - Argumentista 21 de Agosto de 2015 às 10:05

As presidenciais à beira-mar

Estou de férias (faço muitas) e, pelo que tenho lido nos jornais, ao contrário do que pensava, as próximas eleições são as para a Presidência da República.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Estou de férias (faço muitas) e, pelo que tenho lido nos jornais, ao contrário do que pensava, as próximas eleições são as para a Presidência da República. Prefiro assim, não fico tão nervoso em relação às presidenciais, como fico com as legislativas. As presidenciais têm uma vantagem. Independentemente do vencedor, ficamos melhor, de certeza. Pode não ser muito, mas já é óptimo.

Henrique Neto, António Nóvoa, Maria de Belém, Rui Rio, Santana Lopes, Marcelo Rebelo de Sousa, etc, é muita gente para um só lugar, apesar do Palácio ter várias assoalhadas. Quem visse esta lista julgaria que andam a pagar uma fortuna de ordenado pelo cargo. Mas não é bem verdade.

Segundo sei, o Presidente da República ganha 6523 euros/mês, mais umas despesas para as sandes. Sinceramente, custa acreditar que seja possível contratar Marcelo Rebelo de Sousa por seis mil euros por mês. Bem sei que é um contrato por cinco anos, mais cinco, e as carreiras televisivas não duram tanto, mas não acredito que a SIC não se chegue à frente e ofereça mais que a Presidência. Corremos sério risco que a meio do mandato ele troque Belém por Carnaxide, ou parecido. Não acredito que uma pessoa mexida como o Marcelo opte pela reforma, como fez Aníbal. Até porque, acho que parte da razão que levou a que Cavaco Silva optasse pela reforma foi para mostrar a Maria Cavaco que a dela servia para pouco se comparada com a dele, e que isso era a vida a querer dizer, à Maria, alguma coisa.

Podia pôr-se a hipótese de ser pela influência e autoridade do cargo mas, como o Presidente da República é, segundo tenho lido ao longo dos tempos, uma figura decorativa (ainda que de mau gosto) de um país do desgraçado sul da Europa e que até já nem na CPLP pia, está fora de causa estarem motivados pelo poder.

Portanto, perante o exposto, sou levado a pensar que, se não é pelo dinheiro nem pelo poder que esta gente se está a candidatar - não acredito que seja por sexo, com excepção de Santana Lopes e Henrique Neto, que eu vi no Expresso e tem maminhas, o que o torna auto-suficiente - quase que sou levado a pensar que, se calhar, é por nós. Se for esse o caso, pela minha parte, dispenso. Esta é a melhor ajuda que posso dar aos que ainda não apresentaram as candidaturas mas que andam a ameaçar fazê-lo. Bem sei que, no começo do texto, defendi que iria ser sempre melhor, mas isso não impede que eu preferisse ficar com o Palácio vazio (um hostel?) conhecendo as candidaturas.

Quanto aos que já anunciaram, penso que a união de facto entre Nóvoa e Maria de Belém podia resolver parte das dúvidas de algum eleitorado de esquerda. Uma candidatura em casal, alternando na cozinha e na Presidência. Henrique Neto, só se fosse para presidente "Miss t-shirt" molhada.

Fico à espera de melhores candidatos e do senhor das bolas de Berlim, mas vou ali para o guarda-sol. Boas férias.


_______________________

TOP 5
Falta de temas

1 Manuel Alegre declara apoio a Maria de Belém - desde que não seja com um poema..., por mim, nada contra.

2 Parlamento alemão aprova resgate à Grécia - gostei do X a vermelho na capa do dossier do Schäuble sobre o empréstimo à Grécia, é mais giro do que o antigo símbolo.

3 Maria de Belém anuncia candidatura à Presidência à mesma hora que António Costa dá entrevista na SIC - dá vontade citar o velho líder: "qual é a pressa?"

4 Alemanha é a nova "dona" de 14 aeroportos gregos - já têm onde aterrar.

5 Anúncio de Maria de Belém durante a entrevista de Costa foi um acaso e uma "gaffe", disse ao DN fonte socialista - ainda bem que foi só isso. Porque se a vingança se serve fria, a Maria de Belém era candidata ao Viagra feminino.

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias