Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
António Tomás Correia 02 de Outubro de 2019 às 18:08

Associação Mutualista Montepio - Aplauso a uma grande instituição

A vida das organizações, à semelhança, aliás, do que acontece com as pessoas, faz-se de passado, de presente, mas sobretudo de futuro. E a vida de uma organização como a Associação Mutualista Montepio não é diferente.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Aos 179 anos de atividade, o passado, construído de mãos dadas com o país e com os portugueses, torna-se presente no valor gerado para um Portugal melhor em cidadania, solidariedade, economia social e resposta às necessidades de previdência complementar, e faz-se futuro enquanto fonte de contínuo benefício para as pessoas, sempre as pessoas.

 

Falamos de uma associação erguida num Portugal política e economicamente fragilizado, desprotegido e inexperiente quanto a soluções de previdência social pública, que cresceu a ponto de constituir exemplo vivo (diria o maior) de empreendedorismo social, capacidade de mobilização da sociedade civil e inequívoca utilidade pública e social.

 

A dimensão que uma comunidade tão significativa de associados (600 mil) permite alcançar e que torna esta associação líder do movimento associativo e mutualista português, posicionando-a entre as maiores organizações de economia social da Europa, entre os grandes empregadores e entre os maiores prestadores de cuidados, é força motriz do compromisso sempre assumido de suporte à coesão social, ao desenvolvimento sustentado ou à estruturação da solidariedade.

 

E se dúvidas houvesse quanto à importância desta associação, quanto ao valor desta longevidade e quanto à relevância desta dimensão, bastaria apreciar o trabalho e atenção diariamente empreendidos na resposta às limitações das funções do Estado em termos de previdência e proteção social, na prestação de cuidados de saúde e assistenciais, na valorização da poupança, mas também no desenvolvimento sustentado de um território de cidadania, inclusão e geração de valor sempre entregue ao associado, sua família e beneficiários.

 

Nesta que é a maior e a mais forte casa mutualista portuguesa, os olhos inspiram-se no passado para projetar o futuro, e para assim garantir uma proteção social de qualidade ao longo de todo o ciclo de vida dos indivíduos, assegurar a modernização das bases de relação, contacto e serviço aos associados, disseminar a solidariedade pela comunidade, valorizar e reconhecer o contributo e valor gerados no nosso país pelas entidades da economia social, fortalecer o apoio às artes, à cultura, ao desporto.

 

É esta missão nobre, que os associados do Montepio construíram e generosamente oferecem à sociedade portuguesa, que se celebra nesta data e que é merecedora do mais forte aplauso, porque nascida das pessoas, pelas pessoas e para as pessoas, porque suportada em homens e mulheres que souberam criar por si próprios as respostas aos problemas sociais mais complexos, porque sólida e sempre pronta a responder aos desafios dos tempos e das sociedades sem nunca ceder, mesmo quando as crises se instalaram, os ataques surgiram e os interesses se declararam. 

 

"Guia Prático da Economia Social"

 

A Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) acabou de lançar o "Guia Prático da Economia Social".

 

Esta publicação, acedível através do sítio institucional da CASES, insere-se projeto Y.ES (Sim à Economia Social), desenvolvido pela CASES em conjunto com os seus membros.

 

O "Guia Prático" pretende divulgar a economia social, demonstrando a riqueza e a diversidade das entidades que a constituem e das atividades por elas desenvolvidas e reunindo informação útil sobre o seu universo, as suas especificidades, bem como sobre os procedimentos de constituição e de reconhecimento das suas entidades.

 

Economia Social - Leituras & Debates

 

Está disponível, no sítio institucional da CASES, o sexto número da revista digital "Economia Social - Leituras & Debates", publicação trimestral da CASES. Esta edição inclui artigos de Eduardo Graça, sobre a economia social em Portugal, de Cristina Ramos, sobre a construção da Conta Satélite da Economia Social, de Carla Ventura e de Eugénio Fonseca, ambos sobre o Inquérito ao Trabalho Voluntário e de João Salazar Leite, sobre a educação cooperativa e as cooperativas escolares, este último no quadro da homenagem a António Sérgio, no encerramento das comemorações do cinquentenário da sua morte.

 

Presidente da Associação Mutualista Montepio e do Grupo Montepio

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias