Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 05 de março de 2018 às 20:30

Congresso pode parar Trump. Mas será que quer? 

Trump confirmou de forma oficial que os EUA vão impor tarifas sobre a importação de aço e alumínio. A notícia espoletou reacções um pouco por todo o mundo, com empresas e países a fazerem contas à vida.

A última semana ficou marcada por mais um "tweet" bombástico de Donald Trump. Tal como já é hábito, foi através desta rede social que o Presidente norte-americano adiantou que as indústrias norte-americanas de aço e alumínio precisam de um "comércio livre, justo e inteligente". Depois desta mensagem, Trump confirmou de forma oficial que os EUA vão impor tarifas sobre a importação de aço e alumínio. A notícia espoletou reacções um pouco por todo o mundo, com empresas e países a fazerem contas à vida. A medida é tudo menos consensual e o líder da Câmara dos Representantes norte-americana, Paul Ryan, mostrou-se muito preocupado com a proposta de tarifas de Donald Trump. Segundo adiantou um porta-voz de Ryan à Reuters, o responsável espera que o Presidente norte-americano reconsidere as consequências desta medida e volte atrás. Mas, segundo o Business Insider, o Congresso tem o poder para travar Trump. A Constituição dos EUA dá o poder ao Congresso de fixar tarifas. O Presidente apenas pode implementar estas taxas porque o Congresso lhe confere esse poder. E, diz a mesma notícia, caso assim o entenda pode fazer novas leis que lhe retiram esse poder. A questão é se o quer fazer.

 

Jornalista

pub