Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
Fernando  Sobral
Fernando Sobral 22 de março de 2016 às 20:05

Conrad e Bruxelas

Há muito tempo, antes desta nova era do terrorismo, Joseph Conrad assistiu a outra. Vivia-se na grande idade da globalização, antes da Primeira Guerra Mundial.

Em "O Agente Secreto", Conrad via o presente e previa o futuro: em Londres um homem andava com uma bomba colada ao corpo e tinha um alvo, o Observatório de Greenwich, o meridiano global. Não havia lugar mais simbólico para um ataque.

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI