Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 17 de fevereiro de 2019 às 18:00

Dinamarca quer banir notas de 500 euros

O Banco Central Europeu decidiu deixar de emitir novas notas de 500 euros há três anos. Mas quem mantiver estas notas pode continuar a utilizá-las sem qualquer problema.

Ainda que a intenção seja, gradualmente, retirar estas notas de circulação devido ao seu elevado valor, o banco central considera que não deve ser considerada ilegal a sua utilização. Daí que o presidente da entidade, Mario Draghi, tenha decidido pedir às autoridades dinamarquesas que reconsiderem a sua intenção de proibir o uso destas notas, no país. A Dinamarca justifica a vontade de proibir as notas de 500 euros por causa da sua utilização em atos ilícitos, como branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo. Foram precisamente questões criminais que levaram o BCE a deixar a produzir novas notas de 500. Mas a verdade é que há ainda quem tenha estas notas na carteira e, para já, não precisa de as trocar por outras de menor valor. Daí o BCE ter pedido à Dinamarca que, apesar de não pertencer ao euro, não proíba a circulação destes valores. Mas aqui a decisão cabe apenas às autoridades dinamarquesas. A verdade é que ao não pertencer à união monetária, a Dinamarca não precisa de seguir as mesmas regras dos membros do euro.

 

Jornalista

Marketing Automation certified by E-GOI