Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Do oito ao 80

Depois de casa roubada, trancas na porta. O ditado aplica-se bem à actual crise financeira, a avaliar pela intensidade do debate sobre o que fazer para prevenir novos “subprime”. Nos EUA, o Secretário do Tesouro já anda a brandir um plano para eliminar um

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O que é que estas e outras ideias têm em comum? A pressa. Neste caso, apresentar “trabalho” na próxima reunião do G-7, a 11 de Abril. Lamentável! Porque o debate sobre o que está mal e o que tem de ser mudado exige cabeça fria. E cabeça fria é o que ninguém tem neste momento.

Em 2002, na ressaca do caso Enron, as autoridades apressaram-se a aprovar a lei Sarbannes-Oxley. Pensada para evitar excessos nos mercado de capitais, sujeitou as empresas a excesso de regulamentação e custos elevados. Ou seja, o que trouxe de bom (“governance”) foi obnubilado pelo mal que fez. Agora repete-se a dose.

A actual crise obriga a questionar algumas coisas. Por exemplo, como levar os bancos a declararem todos os activos que têm nos balanços (o cerne do problema). Nada disto exige grandes revoluções e excesso de regulação. A inovação financeira é crucial para o desenvolvimento económico. Asfixiá-la é como aplicar um imposto a esse desenvolvimento.

Ver comentários
Outras Notícias