João Quadros
João Quadros 17 de maio de 2013 às 10:15

Fia-te na Virgem e não cores

No final da entrega dos Prémios BIAL 2012, no Porto, Cavaco Silva disse: "como a minha mulher diz, Nossa Senhora de Fátima deu inspiração à 7ª avaliação". Quando ouvi a frase do nosso Presidente, a minha primeira reacção foi: Valha-nos São Cristóvão

No final da entrega dos Prémios BIAL 2012, no Porto, Cavaco Silva disse: "como a minha mulher diz, Nossa Senhora de Fátima deu inspiração à 7ª avaliação". Quando ouvi a frase do nosso Presidente, a minha primeira reacção foi: Valha-nos São Cristóvão, que somos conduzidos por um louco! Depois, pensei melhor e concluí que o nosso Presidente, como habitualmente, é capaz de ter razão. Faz sentido a Nossa Senhora de Fátima dar inspiração à 7ª avaliação dado que para baixo todos os santos ajudam.


Temos que ser honestos, a frase do Presidente faz sentido. Se analisarmos bem, a própria Nossa Senhora de Fátima tinha um discurso Cavaquista. Os segredos de Fátima, revelados aos pastorinhos, não passam de um: "depois não digam que eu não avisei." O próprio local onde Nossa Senhora apareceu (uma paisagem campestre) é muito semelhante aos locais onde o nosso Presidente gosta de fazer declarações (feiras agrícolas). A grande diferença entre os dois é que Nossa Senhora conseguiu que os segredos de Fátima estivessem anos sem ser revelados. É a vantagem de não ter Marques Mendes no grupo de videntes.


O que me parece reprovável, e injusto, é Cavaco Silva ter envolvido Nossa Senhora de Fátima no memorando da troika. Se, de repente, as pessoas começam a acreditar que é Nossa Senhora que dá inspiração à política da troika, o Santuário de Fátima vai aparecer todo grafitado: "as Virgens que paguem a crise!". Ninguém quer ver um 13 de Maio com acenar de lenços e cânticos de Grândola. Não ter o pecado original, para depois se ver envolvida com as maldades da troika, não sei se compensa.


Foi uma atitude leviana e de muito mau gosto, por parte do nosso Presidente, colocar Nossa Senhora de Fátima na posição de estar a apoiar Protestantes. É uma porta que não podia ser aberta. Amanhã, aparece Passos Coelho a dizer que Nossa Senhora concorda com a taxa sobre as pensões e que só apareceu aos miúdos porque também não gostava de velhos. Se começamos a misturar as crenças, e misticismo, com a política fiscal, corrermos o risco de, daqui por uns tempos, aparecer o Gaspar com uma lei que determina que as devoluções de IRS passam a ser da inteira responsabilidade da Fada dos Dentes. Não vamos querer isso.


O nosso Presidente vê Portugal pelos óculos da Irmã Lúcia. Não percebe que é perigoso misturar a 7ª avaliação com Nossa Senhora de Fátima quando há muita gente que tem vontade de pendurar a troika numa azinheira. Voltando a citar Cavaco Silva: "como a minha mulher diz: Nossa Senhora de Fátima deu inspiração à 7ª avaliação". Pois é, Aníbal, mas o problema, como diria o outro, é que "o Diabo está nos detalhes".

 

 

 

Milagres da semana

 

1. O relatório da OCDE está para o do FMI como o Papa Francisco para o Bento XVI: mais simpático, mas não muda grande coisa.

2. Se continuam a incentivar a malta a trocar a cidade pelo campo, não tarda nada aquilo está um inferno. É o chamado Efeito Crítica de Restaurantes do "Expresso".

3. Se "quem canta seus males espanta", a Grécia vai limpar o Eurofestival.

4. Bruxelas admite fim das moedas de 1 e 2 cêntimos - Isto é o Euro a sair do Euro aos poucos e poucos. Se acabam com as moedas de 1 e 2 cêntimos, nunca mais temos descidas no preço da gasolina e preços a acabar em 99 cêntimos. Não conseguimos viver sem isso.

5. Marques Mendes afirmou que Vítor Gaspar deverá ser apontado pelo primeiro-ministro para comissário europeu em Junho de 2014 - em que dias de Junho? É importante saber isso para a festa não coincidir com os Santos Populares.

6. Casal inventou o nascimento de um filho para benefícios fiscais e apoios sociais, como habitação, etc - isto é a história da Igreja Católica.

 

Marketing Automation certified by E-GOI