Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
Armando Esteves Pereira
Armando Esteves Pereira 16 de abril de 2020 às 19:03

Na mão visível do Estado

A pandemia tornou o Estado ainda mais omnipotente e omnipresente na economia portuguesa. Mas o Estado que se tornou o provedor financeiro de mais de 5,5 milhões de pessoas vai, mais tarde ou mais cedo, apresentar a conta. Os gastos de agora vão ser pagos com mais impostos no futuro.

O novo coronavírus submeteu a economia real e a sociedade civil ao poder do Estado. Com cerca de um milhão de pessoas em regime de layoff, um exército crescente de desempregados e firmas que eram saudáveis até fevereiro

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI