Raquel Godinho
Raquel Godinho 11 de dezembro de 2017 às 20:30

O que é que o Brexit significou para a libra? 

A libra é uma das principais divisas mundiais. E tem tido variações expressivas nos últimos meses, devido ao referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia.

De acordo com a Bloomberg, esta é mesmo a mais volátil das moedas dos mercados desenvolvidos nos últimos 12 meses, tendo transaccionado ao sabor das negociações do Brexit. Os dados da agência revelam que, nos últimos 12 meses, as variações da libra superaram as de todas as outras divisas de mercados desenvolvidos. E estas novas características aproximam a libra de moedas como o peso colombiano e o zloty polaco. É que a libra foi, neste período, a oitava moeda mais volátil num "ranking" que engloba dividas de mercados emergentes e desenvolvidos. No "top ten" só consta mais uma moeda desenvolvida: o dólar da Nova Zelândia, afectado pelos receios de um abrandamento económico. Ainda assim, alerta a Bloomberg, a libra não deverá ser tão susceptível às vulnerabilidades das mudanças no sentimento global que afectam as divisas de mercados emergentes. Na sexta-feira, o Reino Unido e a União Europeia concluíram com sucesso a primeira fase do processo de negociação. Será este passo suficiente para acalmar o nervosismo na libra?   

 

Jornalista