Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Ulisses Pereira ulissespereira@hotmail.com 03 de Junho de 2019 às 10:04

Os primeiros passos

A maioria perde dinheiro nos seus primeiros passos nos mercados. O início da aventura deve ser com pouco dinheiro.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Comente aqui o artigo de Ulisses Pereira

Numa recente conferência em que tive o prazer de participar, na Universidade de Aveiro, um aluno perguntou sobre que mercados e instrumentos financeiros aconselhava para quem queria começar a negociar nos mercados financeiros. Esta é, aliás, uma pergunta recorrente dos estudantes quando vou dar aulas a convite de professores universitários.

É curioso verificar como as minhas respostas variaram ao longo dos últimos 20 anos. Há 20 anos, a minha sugestão era sempre começarem pelo mercado acionista português porque era aquele que a generalidade das pessoas estaria mais familiarizadas até porque, nessa altura, não era tão fácil aceder à informação de todo o mundo como é hoje.

Na última década, a minha recomendação era que os investidores que queriam iniciar o seu percurso nos mercados financeiros o fizessem em mercados muito pouco voláteis, de forma a que não pudessem perder dinheiro muito rapidamente.

Atualmente, mudei uma vez mais a minha opinião sobre este tema. Por isso, a resposta que dei ao estudante que colocou a questão foi que deve investir onde tiver mais interesse, mais gosto, desde que seja pouco dinheiro. Acredito que a esmagadora maioria dos investidores perde dinheiro nos seus primeiros passos nos mercados. Naturalmente podem ter a sorte de apanhar um bom momento nos mercados e ganharem no início mas, mais cedo ou mais tarde, o mercado irá fazer-lhes mostrar a sua dureza, infligindo-lhes perdas que acabam por ser um excelente momento de aprendizagem.

Por isso, é determinante que o início da aventura nos mercados financeiros seja feito com muito pouco dinheiro. E esses primeiros tempos têm de ser encarados como lições que se querem baratas e que não comprometam capital importante para o investidor,

É natural que os jovens estudantes sejam atraídos por mercados muito voláteis como o mercado das criptomoedas ou muito alavancados como o Forex. É normal. A adrenalina, excitação e risco estão presentes na maioria dos jovens e contrariar isso é meio caminho andado para odiarem a sua primeira experiência nos mercados e nunca mais voltarem.

Se os jovens querem começar a sua experiência na selva financeira por um mercado tão louco, explosivo e perigoso como o das criptomoedas, não vejo problema nisso, desde que respeitem a condição número 1 para quem quer começar a investir em bolsa - negociar com muito pouco dinheiro. Será uma experiência inesquecível, em que aprenderão muito e não comprometerão o seu futuro, isso sim é o mais importante.

Provavelmente, depois das suas primeiras perdas a sério e da autêntica montanha-russa de emoções que isso encerra, alguns perceberão qual é o seu verdadeiro palco. E raramente é o primeiro onde colocaram o pé.

Nem Ulisses Pereira, nem os seus clientes, nem a DIF Brokers detêm posição sobre os activos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui


Analista Dif Brokers
ulisses.pereira@difbroker.com

Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias