Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Os meus, os teus e os nossos

Uns (alemães) dizem que como a crise financeira foi criada pelos americanos, eles que resolvam o problema. Outro diz que a Europa vai tomar medidas para disciplinar os mercados (Sarkozy). Um terceiro diz que cabe aos EUA tomar medidas para debelar a crise (Sócrates).

  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Irra! América, Europa e Ásia passaram os últimos vinte anos a enaltecer a globalização. Mas confrontados com a primeira grande crise dessa globalização, respondem como se os mercados fossem estanques. Tal e qual aqueles pais divorciados que, ao constituir nova família, sacodem a água do capote quando a prole arranja problemas no quintal do vizinho: "A culpa é dos teus filhos; os meus nem sequer cá estavam", esquecendo-se de que quando se vive em comum não há "os teus e os meus" e passa a haver "os nossos".

A interligação entre mercados financeiros tornou impossível a resolução desta crise tomando medidas neste ou naquele mercado. O que significa que poucas instituições financeiras estão livres de um "bank run". É por isso que quem manda no mundo precisa de entender que só uma acção concertada entre governos pode repor a ordem no mercado. As recriminações podem esperar.

P.S. – Há meses defendemos a excelente gestão dos bancos espanhóis (v.g. Santander e BBVA) e a qualidade da supervisão a que estão sujeitos. Coincidência ou não, nenhum banco daquele país está sob pressão... Mais: estão compradores!

Ver comentários
Mais artigos de Opinião
Ver mais
Outras Notícias