Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Quando o invísivel é o essencial

Há cerca de um mês, Joaquim Ferreira do Amaral, numa entrevista ao Jornal de Negócios, concluía que ia ficar na História como o "homem do betão" ...

Há cerca de um mês, Joaquim Ferreira do Amaral, numa entrevista ao Jornal de Negócios, concluía que ia ficar na História como o "homem do betão" e não como o político responsável pelo surgimento da Portugal Telecom (PT).

O ex-ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações de Cavaco Silva, é facilmente associado a obras como a ponte Vasco da Gama ou a travessia ferroviária da Tejo, mas poucos se lembram que foi ele quem protagonizou, juntamente com Luís  Todo Bom, a fusão das diversas operações de telecomunicações em Portugal numa só empresa e que foi, durante o seu consulado, que se procedeu à primeira fase de privatização da PT.

Na conversa, Ferreira do Amaral não se lamentou do equívoco. Preferiu antes enfatizar a importância para Portugal de se ter uma empresa como a PT, numa indústria estratégica e poderosa.

Hoje, mais que nunca, as tecnologias da informação e comunicação, são um cartão de visita decisivo para exibir o estágio de desenvolvimento de um país. O betão vê-se e fica para a eternidade, mas num mundo globalizado só vai vencer quem dominar as comunicações.

Neste contexto, a OPA da Sonaecom à PT é uma oportunidade de negócio sobre a qual o mercado se vai pronunciar, mas que não deve fazer perder de vista o principal.

E o principal é ter boas empresas e criar competências que coloquem Portugal na vanguarda da prestação de serviços tecnológicos avançados, a par de uma aposta coerente em investigação e desenvolvimento. 

Subvertendo Saint Exupéry, se as comunicações são invisíveis para os olhos, é precisamente essa razão porque são essenciais para construir um país capaz de se afirmar no século XXI. Por isso, também, nada melhor que um bom congresso para incubar ideias e empresas vencedoras. É disso que Portugal precisa. Urgentemente.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio