Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Camilo Lourenço camilolourenco@gmail.com 13 de Fevereiro de 2012 às 00:03

Schäuble, ou a pior notícia para Portugal

O relativo sucesso do nosso programa de ajustamento deve-se a um único ponto: pressão. Da Troika, traduzida em avaliações trimestrais em função das quais é desbloqueado o financiamento.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...
O relativo sucesso do nosso programa de ajustamento deve-se a um único ponto: pressão. Da Troika, traduzida em avaliações trimestrais em função das quais é desbloqueado o financiamento. Se assim é, é razoável pensar que no dia em que deixarmos de ter pressão está tudo estragado. Não é por acaso que Vítor Gaspar tem dito evitado falar em revisão do programa, insistindo que Portugal não vai pedir mais tempo nem dinheiro.

É por isso que o episódio de 5ª feira, em que Vítor Gaspar foi surpreendido a sondar Wolfgang Schäuble sobre a abertura da Alemanha a uma revisão do programa português é uma péssima notícia. Porque a classe política ficou a saber duas coisas: 1 – o governo leva a sério a ideia de rever o programa; 2 – a Alemanha está disposta a fazê-lo porque Portugal está a surpreender pela positiva (algo de que falámos aqui na semana passada). O resultado está à vista: não houve político que nos últimos dias não tenha dito que, afinal, podemos afrouxar a execução do programa.

Era bom que Governo e Troika (sobretudo esta) pusessem os pontos nos “is”. Dizendo, taxativamente, que enquanto o programa não estiver executado em pelo menos 50% (com resultados visíveis) e os mercados não reconhecerem o nosso esforço, não se muda nada.

A falha mais importante do programa de ajuda a Portugal é a insuficiência de fundos: os 78 mil milhões não chegam (responsabilidade da própria Troika, que foi alertada para o problema). Mas isso faz parte da pressão. Para levar o governo a racionalizar as empresas públicas, nomeadamente as dos transportes. Convém mostrar serviço aqui antes de nos pormos com “exigências”.


camilolourenco@gmail.com
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias